Cresce o número de estrangeiros que buscam albergues no País

[Por Hôtelier News, 29/02/2012]
O Estudo de Demanda Turística Internacional no Brasil, encomendado pelo MTur (Ministério do Turismo) à Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), mostra aumento de 4,3%, em 2010, na procura de estrangeiros por albergues, campings e hospedagem de baixo custo no País.
Em complemento a este fato, o Observatório de Turismo de São Paulo divulgou que a ocupação média dos albergues na capital paulista, em janeiro deste ano, foi de 71,7%. Em 2011, no mesmo período, a taxa não passou dos 64%, porém, em fevereiro – mês em que ocorreu o Carnaval -, este índice subiu para 76%.
Já a diária média registrada no ano passado, pelo mesmo órgão, foi de R$ 41,92, um dos motivos apontados pelo crescimento da clientela neste tipo de hospedagem.
Recentemente, a rede HI (Hostelling International) divulgou a lista dos dez melhores albergues do Brasil em 2011. Quatro deles fazem parte do Cadastur, banco de dados do MTur (Ministério do Turismo) que concentra prestadores de serviços e guias turísticos de todo o País.
Destes quatro albergues, o Pipa Hostel (RN) ganhou pela terceira vez consecutiva o primeiro lugar. Em seguida aparece o Praia do Forte Hostel (BA), em quinto lugar; o Lua Cheia Hostel (RN), com a oitava posição; e por fim o Sampa Hostel (SP), em nono lugar.
Mesmo com números positivos, este setor de hospedagem ainda aparece incipiente. Um estudo do IBGE (Insituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgado ontem (28), mostra que o número de albergues no Brasil ainda é baixo frente à rede de hospedagem. Dos leitos disponíveis, apenas 1,9% correpondem aos hostels
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *