Embratur fortalece promoção do Brasil como destino de intercâmbios

[Revista Eventos, 06/02/2015]
Com o objetivo de reforçar a promoção do Brasil como um destino de estudos e de intercâmbios, a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), reuniu nesta terça-feira (3/fev), representantes de diversos órgãos ligados à educação.
O objetivo foi preparar a estratégia de participação do Brasil na Conferência Anual da NAFSA (Associação Internacional de Educadores), que acontecerá no mês de maio em Boston, nos Estados Unidos.
“O Instituto quer utilizar novas ferramentas para promoção do Brasil no exterior. No encontro, apresentamos propostas para discutirmos em conjunto estratégias de ações com os parceiros do segmento”, explicou o coordenador-geral de Acompanhamento e Estruturação de Produtos da Embratur, Rafael Felismino.
Durante a reunião, técnicos do Instituto apresentaram propostas para realização de workshop em paralelo à NAFSA, e de uma press trip com jornalistas especializados em viagens educacionais.
“É uma oportunidade de discutirmos sobre cronograma de trabalho, bem como sugestões e outras possíveis parcerias”, completou Felismino.
O objetivo do workshop sugerido é apresentar a oferta brasileira do segmento de estudos e intercâmbio. Além disso, segundo o coordenador da Embratur, servirá para realizar encontros de negócios entre empresas brasileiras e estrangeiras.
Embora não tenha dados sobre a receita obtida com os estrangeiros que fazem intercâmbio no Brasil, o Banco Central registrou em 2014, na conta de viagens internacionais, uma receita de US$ 145 milhões no item fins educacionais, culturais ou esportivos.
O projeto será analisado pela Associação das Assessorias das Universidades Brasileiras para Assuntos Internacionais (FAUBAI), Ministério da Educação, Ministério das Relações Exteriores e Departamento Receptivo da Brazilian Educational & Language Travel Association (BELTA).