PAC do Turismo vai potencializar destinos nacionais

[Por Mtur, 25/03/2013]
No ano em que o Ministério do Turismo comemora dez anos de sua criação, o setor poderá ganhar um grande programa de investimentos nos moldes do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC) do governo federal. O secretário de Programas de Desenvolvimento do Turismo, Fábio Mota, já começou a articular politicamente e apelou aos membros do Conselho Nacional de Turismo (CNT), reunidos esta tarde em São Paulo, que contribuam com a implantação do PAC do Turismo, cujo objetivo é melhorar a infraestrutura dos destinos nacionais.
“As entidades do setor são aliadas fundamentais no esforço de convencimento dos parlamentares da importância de expandir o volume de investimentos no turismo, direcionando emendas parlamentares para obras estruturantes”, disse Mota. Segundo ele, o assunto já está na pauta de conversações do MTur com lideranças partidárias. Mais de 70% do orçamento do ministério é direcionado a obras de infraestrutura, financiadas com recursos próprios e de emendas parlamentares.
O secretário fez um balanço dos investimentos em infraestrutura realizados recentemente. Até 30 de março, por exemplo, o sistema de convênios do governo federal (Siconv) está aberto para receber proposta de financiamento que somam R$ 139 milhões. Dentro da matriz de reponsabilidade da Copa do Mundo, estão previstos mais R$ 84 milhões para sinalização turística, centro de atendimento ao turista (CAT) e acessibilidade.
Diante da plateia composta por representantes das entidades do setor de turismo e de entidades públicas, Fábio Mota cobrou celeridade das prefeituras e governos estaduais na execução das obras da matriz de responsabilidade da Copa. No ano passado, o MTur empenhou R$ 116 milhões para as cidades-sede.