Centro de Convenções de Natal estuda ampliação

[Por Panrotas, 05/12/2012]
A construção dos centros de convenções de Fortaleza e de João Pessoa continua “incomodando” outras capitais do Nordeste. É o caso de Natal, cujo centro de convenções já está pequeno até mesmo para eventos de porte médio, em torno de três mil pessoas.
Administrado por uma cooperativa de empresários do setor de turismo, a Coohotur, presidida por Sérgio Gaspar (Ocean Palace), o equipamento enxugou custos, tem manutenção pontual, porém precisa ser ampliado, sob pena de a capital potiguar perder competitividade na “guerra” por captação de eventos.
Com média anual de cerca de 90% de ocupação com eventos, o centro de convenções de Natal injetou, em 2011, R$ 130 milhões na economia do Estado, segundo cálculo de seus gestores. O equipamento, no entanto, tem apenas 15 mil metros quadrados de área para eventos. Com a ampliação, cujo pré-projeto já está concluído, passaria a ter área total entre 25 e 30 mil metros quadrados.
Recentemente, o secretário de Turismo do Rio Grande do Norte, Renato Fernandes, afirmou que a ampliação do centro de convenções de Natal é “prioridade do Governo”.