X Games podem se fixar em Foz do Iguaçu

[Por Panrotas, 09/11/2012]
Os organizadores e apoiadores dos X Games, megaevento de esportes radicais promovido pela ESPN Internacional, podem tornar Foz do Iguaçu (PR) como sede permanente do evento esportivo.
Durante a instalação dos comitês de Honra e do Comitê de Organização Local dos X Games, ontem (quinta-feira, dia 8), no Centro de Recepção de Visitantes de Itaipu, o presidente do Conselho de Administração da Brunoro Sport Business, João Carlos Brunoro, disse que a cidade reúne todos os pré-requisitos para abrigar o evento de forma permanente.
A cidade vai receber as três próximas etapas dos X Games (de 2013 a 2015), e a Brunoro Sport Business é responsável pela organização local do evento. “Foz do Iguaçu mostrou união e envolvimento para valer com o projeto. Nossa intenção é que essa parceria dê certo e que os jogos fiquem aqui para sempre”, disse Brunoro.
O prefeito eleito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira, que assume em 1° de janeiro de 2013, aprovou a proposta. Ele disse que vai brigar pela “perenidade” citada por Brunoro, em relação à cidade se tornar sede fixa para os X Games.
MILHÕES DE TELESPECTADORES
Os X Games serão transmitidos para mais de 190 países, de todos os continentes, atingindo aproximadamente 380 milhões de lares.
A edição de Foz do Iguaçu do X Games será realizada de 18 a 21 de abril de 2013 e vai abrir o circuito de inverno dos jogos, antecedendo as edições de Barcelona (Espanha), em maio; Munique (Alemanha), em junho; e Los Angeles (Estados Unidos), em agosto. Antes, haverá jogos em Aspen (Estados Unidos), em janeiro, e Tigner (França), em março.
Em Foz, as provas ocorrerão na Itaipu Binacional, no Parque Nacional do Iguaçu (PNI), com vista para as Cataratas do Iguaçu, e no Centro de Convenções de Foz do Iguaçu, ao lado da Infraero. Ao todo, serão quatro modalidades, divididas em 19 categorias. O evento vai mobilizar cerca de 2 mil profissionais do Brasil e dos Estados Unidos.
Segundo os organizadores, a disputa é a terceira maior do esporte mundial, atrás somente da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos, e a primeira em esportes radicais. São esperados mais de 280 atletas de 17 nacionalidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *