Centro de Eventos do Ceará vai gerar 110 mil empregos

[Por Diário do Nordeste, 13/08/2012]
O Centro de Eventos do Ceará (CEC) deve gerar cerca de 110.900 vagas de trabalho durante o seu primeiro ano de funcionamento (entre diretas e indiretas). Desse total, 87.600 postos serão criados exclusivamente no Ceará. E o restante será gerado em outros estados do País, como reflexo da organização dos eventos que virão para Fortaleza, que envolvem diversos setores. “Para fazer um evento, é preciso equipamentos de iluminação, som, estandes, profissionais do setor de serviços, organização de eventos etc. Isso tem um efeito multiplicador muito grande e acaba impactando em outros estados também”, afirma o diretor do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), Flávio Ataliba.
Para que as vagas consigam ser preenchidas com a qualidade requerida pelo segmento de eventos e turismo de negócios, investimentos em capacitação se tornam fundamentais.
A informação faz parte de um estudo que será divulgado hoje, pelo Ipece, abordando o impacto que a operacionalização do Centro de Eventos trará para a economia cearense.
Qualificação
Para que essas vagas consigam ser ocupadas e com a qualidade que o setor de eventos e o turismo de negócios necessitam, uma vez que o público desses segmentos é mais exigente, o Estado precisará avançar ainda na qualificação profissional.
Evento que trouxe as cantoras Ivete Sangalo e Jennifer Lopez já mostrou a capacidade de criação de postos do empreendimento.
Mercado exigente
“A questão da qualificação e do treinamento profissional é fundamental. Os profissionais vão ter que se preparar melhor, pois as exigências são maiores. Nesse sentido, diversas entidades de classe do Estado já estão realizando cursos de capacitação”, enfatiza o presidente do Fortaleza Convention & Visitors Bureau, Colombo Cialdini.
Uma das iniciativas em andamento é fruto de uma parceria entre a Câmara Setorial de Eventos do Ceará e o Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), que pretendem diversificar os cursos ofertados para a área e também ampliar as vagas oferecidas.
“O Senac já oferta alguns cursos na área. Somente neste ano, já foram realizadas seis turmas de organizadores de eventos além de quatro turmas de recepcionista de eventos, capacitando 250 pessoas. Contudo, estamos criando novos cursos e nossa ideia é capacitar pessoas e formar um banco de dados para atuação voltada para os eventos no novo Centro de Eventos do Ceará. Nosso objetivo é ir aperfeiçoando sempre esse banco de talentos, promovendo uma capacitação contínua, incluindo na área de idiomas”, conta o coordenador de Turismo do Senac, Isaac Coimbra.
Cursos
Entre os novos cursos profissionalizantes que devem ser ofertados em breve, estão: mestre de cerimônia, operador de suporte audiovisual e montador de estandes, dentre outros.
“Nós, Senac e Câmara Setorial, estamos fazendo um planejamento para saber quantas pessoas deverão ser capacitadas para atuarem no Centro de Eventos do Ceará. Acredito que teremos esse resultado no início de setembro. Vale destacar que esses cursos serão gratuitos”, completa Isaac, acrescentando que a Secretaria de Turismo do Ceará (Setur) também deverá apoiar esta iniciativa.