Um único idioma

[Artigo de Kito Mansano*, AMPRO, 18/01/2012]
A realização de eventos internacionais está crescendo de forma geométrica para as agências especializadas do Brasil. Lançamentos de produtos feitos no México, Argentina ou Estados Unidos são alguns exemplos que vivi em 2011. Porém, ainda existe uma grande dificuldade em conseguir profissionais com comprovado conhecimento técnico em eventos e que dominem outros idiomas, principalmente a língua inglesa ou espanhola, a ponto de conseguir realizar negociações com fornecedores e até mesmo redução de valores.
Outro ponto importante é a realização de eventos no Brasil promovidos por empresas estrangeiras, onde a dificuldade também é ter produtores e atendimentos que dominem o idioma. Este é um ponto a ser destacado, uma vez que sabemos que, no futuro próximo, muitos eventos de porte internacional acontecerão no Brasil por conta da movimentação dos dois maiores acontecimentos esportivos do mundo que impulsionarão no Brasil.
Com esta tendência, alguns profissionais já estão se especializando em utilizar os tradutores da internet ou aplicativos mobile, ferramentas que auxiliam muito quem não domina outro idioma ou tem apenas o conhecimento básico. Esta é uma solução tecnológica bastante criativa e funcional e a tendência é a cada dia os aplicativos de tradução ficarem mais rápidos e inteligentes.
Parece assunto de ficção cientifica, mas no passado não se podia imaginar uma negociação sem o domínio do idioma. Hoje isso já é possível e está acontecendo a ponto de não ser necessário falar fluentemente outra língua, basta saber utilizar o aplicativo de tradução com eficiência.
Espera-se que em pouco tempo os telefones tenham o aplicativo para se falar em um idioma e a pessoa do outro lado possa ouvir no idioma local, bastando para isso uma configuração básica em seu celular.
Isso tornará ainda mais verdadeiro o conceito de “aldeia global” idealizado por Marshall McLuhan, filosofo que vislumbrou a redução das distâncias culturais por meio da tecnologia, criando a expressão citada acima.
A aplicação da tecnologia na comunicação individual aproximará as pessoas de forma sem precedentes e o profissional antenado se reinventará, acabando com os limites de atuação.
* Kito Mansano é presidente da AMPRO – Associação de Marketing Promocional e sócio-diretor da Rock Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *