CNT se reúne em Brasília, discute reformulação e cobra agilidade do Congresso

[Mercado e Eventos, 06/12/2017]
O Conselho Nacional de Turismo (CNT) se reuniu nesta terça-feira (05) em Brasília. Durante o encontro foi debatida a reformulação e modernização do órgão. Foi criada uma nova Câmara Temática especialmente para tratar o assunto. Outras Câmaras que foram instituídas nesta reunião foram a de a de Regionalização e a de Legislação. As novas estruturas têm como objetivo discutir questões ligadas ao desenvolvimento do turismo regional e a regulamentação de questões ligadas ao setor.
Em sua fala, o ministro do Turismo, Marx Beltrão, ressaltou a importância da atuação do órgão colegiado para dar andamento às pautas de interesse do setor no Congresso Nacional. “Temos medidas importantes tramitando no Congresso, como a mudança no modelo de gestão da Embratur, a modernização da Lei Geral do Turismo e abertura de capital estrangeiro das companhias aéreas. Precisamos do apoio de todos para conseguir avançar nesses temas que fundamentais para o turismo e, principalmente, para a economia brasileira”, afirmou.
LGT E EMBRATUR
A modernização da Lei Geral do Turismo, a transformação da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) em serviço social autônomo e a abertura de 100% de capital estrangeiros das companhias aéreas e o acordo de céus abertos foram pautas destacadas pelo presidente DA Embratur, Vinicius Lummertz. “É preciso que haja uma maior união e mobilização de todas as entidades do trade turístico brasileiro. O turismo pode fazer muito mais pelo Brasil, mas temos que ter mais condições e mais liberdade para trabalhar. Não vejo muitas perspectivas se não conseguirmos avançar com as mudanças sugeridas”, destacou Lummertz.
Marx Beltrão, também reforçou que as pautas apresentadas pelo setor são extremamente importantes e precisam ser aprovadas o mais rápido possível. “Estamos fazendo um trabalho de sensibilização dos parlamentares para que entendam a importância desses pleitos e conto com o apoio de vocês nesse processo”, afirmou. “Temos que nos unir e estar em sintonia com o Congresso para a transformação da Embratur em agência”, completou o ministro.
CADASTUR
A secretária nacional de Qualificação e Promoção do Turismo (SNPTur), Teté Bezerra, apresentou o novo Cadastur 3.0 desenvolvido pela pasta e que permitirá que todo o cadastro seja realizado eletronicamente, tornando trâmite mais rápido e moderno. Segundo a Lei Geral do Turismo o cadastro é obrigatório para: meios de hospedagem, agências de turismo, transportadoras turísticas, organizadoras de eventos, acampamentos turísticos, parques temáticos e guias de turismo.
“Este é mais um passo importante dado pelo Ministério do Turismo em busca da formalização dos prestadores de serviço turísticos. Uma medida importante para dar mais segurança para o viajante e tornar toda a cadeia do turismo mais profissional”, afirmou a secretária. A estimativa da pasta é que o novo sistema seja lançado nacionalmente na segunda quinzena de janeiro.