Goiás deve captar USS 132 milhões via Prodetur

[Por Panrotas, 24/01/2013]
De acordo com o governo goiano, a Goiás Turismo espera captar até o final deste ano o valor de US$ 132,5 milhões junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), via Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur). O valor será aplicado no fomento do turismo sustentável no Estado. O objetivo é atender todas as demandas do BID para que o financiamento seja liberado.
O diretor do Prodetur em Goiás, Nelson Henrique de Castro Ribeiro, explica que a diretoria já avançou bastante nas missões impostas pelo Ministério do Turismo (MTur) para a captação do empréstimo. O primeiro passo foi a transformação da gerência do Prodetur em diretoria. Feito isso, a recém-criada diretoria do Prodetur no Estado teve como foco a definição e criação dos cinco polos turísticos de Goiás e das ações que devem ser implantadas em cada um: Águas Termais; Eventos e Negócios; Chapada dos Veadeiros; Ouro e Araguaia.
As ações, que foram sistematizadas e validadas pela população local de cada polo, integram os Planos de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS), elaborados pela Goiás Turismo. Os PDTIS de três polos turísticos já foram aprovados pelo MTur.