Eventos Brasil 2014 se encerra, reafirmando necessidade de renovação do setor

[Meu Guru, 11/12/2014]
Evento contou com a presença de representantes de 21 estados do Brasil, além de diversas atividades e discussões voltadas para o setor de eventos
Realizado novamente após sete anos de hiato, o Eventos Brasil 2014 movimentou o Centro de Convenções Rebouças, na cidade de São Paulo.
O evento, que aconteceu entre os dias 7 e 8 de dezembro, reuniu quase mil pessoas relacionadas ao segmento – 744 participantes, 109 expositores e 84 membros da staff – além de importantes nomes da liderança do setor.
A apresentação do evento ficou por conta da presidente da ABEOC Brasil, Anita Pires, juntamente com o atual presidente da ABEOC SP, Osvaldo Barbosa, e o presidente eleito para 2015, Rodrigo Cordeiro. Eles ressaltaram a importância do momento para o setor, que é um dos que mais se desenvolve na economia brasileira.
Segundo dados do II Dimensionamento Econômico da Indústria de Eventos, realizado no ano de 2013 pela ABEOC, em parceria com o SEBRAE, o setor cresceu 14% em 2013, movimentando mais de R$ 200 bilhões durante os 590 mil eventos realizados no Brasil.
Outro assunto abordado durante as discussões e palestras do Congresso foi o crescente uso de novas tecnologias e sua importância para o futuro da indústria. Na palestra denominada “O Futuro dos Eventos”, Gonzalo Constanzo, da IAPCO – International Association of Professional Congress Organizers – chamou atenção para tecnologias como a mobile, por exemplo. De acordo com o profissional, “Há alguns anos não sabíamos o que era um aplicativo e hoje eles são cada vez mais presentes, facilitando a participação dos congressistas”.
A Abeoc divulgou, ainda, uma carta-síntese do Eventos Brasil 2014. Nela, a entidade chama a atenção para a sinergia necessária entre todas as partes para a realização de eventos; promotores, organizadores, fornecedores, pavilhões – todos devem agir em conjunto para a realização de um evento que, se bem executado, acaba arrecadando bastante. Outro ponto importante destacado pela Abeoc na carta é a necessidade de desburocratização, incentivando, assim, a realização de ainda mais eventos.
Para a entidade, o sentimento do momento é de puro otimismo em relação ao desenvolvimento do setor. Como colocado na carta, “o setor está preparado para respaldar o crescimento do Brasil”, o que significa que a indústria de eventos continuará a investir em melhorias.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *