ABEOC divulga carta com balanço do evento e reivindicações

[Mercado e Eventos, 08/ 12/ 2014]

No encerramento do Eventos Brasil 2014 a ABEOC Brasil divulgou uma carta que é uma síntese das discussões e conclusões do 26º Congresso da entidade. Além de enfatizar a importância do setor, que cresceu 14% em 2013, movimentando R$ 209,2 bilhões, o documento chama a atenção para a necessidade de desburocratizar o setor.
Veja abaixo o texto completo da carta:
CARTA DE SÃO PAULO
A ABEOC BRASIL – Associação Brasileira de Empresas de Eventos promoveu o EVENTOS BRASIL 2014 – 26o Congresso Brasileiro de Empresas e Profissionais de Eventos, nos dias 07 e 08 de dezembro de 2014, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo.
O setor de eventos continua a impressionar. Na contramão da maioria dos setores da economia brasileira se desenvolve de forma impressionante, cresceu 14% em 2013 movimentando R$ 209,2 bilhões nos 590 mil eventos realizados em todo Brasil.
Ainda conforme dados do II Dimensionamento Econômico da Indústria de Eventos – 2013 publicado pela ABEOC em parceria com o SEBRAE representamos 4,32% do PIB e os diversos atores da cadeia produtiva geram empregos para aproximadamente 3,75% de toda população brasileira.
Os eventos são os mais propícios para novas relações profissionais e para as trocas de experiências. Os resultados gerados por um evento bem realizado se refletem nas imagens de promotores, patrocinadores, expositores, palestrantes, participantes e por consequência em toda sociedade. Do ponto de vista do Turismo, os eventos respondem por ocupação principalmente em período de baixa
temporada, envolvem uma grande cadeia de fornecedores, promovem ocupação na rede hoteleira, em restaurantes, bares, supermercados e atrativos turísticos. Geram empregos, renda e divisas. O maior desafio é integrar os temas do evento com a comunidade local buscando deixar legados.