WTM Latin America 2014 – Abertura da WTM destaca aprovações da Câmara

[Por Panrotas,23/04/2014]
A WTM Latin America teve inicio na manhã de hoje (23). Durante a abertura foram destacados o potencial de negócios do evento e a aprovação por parte do Congresso Nacional do Projeto de Lei 5.120/2001, que regulamenta a profissão do agente de viagens, e da criação do visto eletrônico para estrangeiros. “Apesar de ainda faltar a sanção do poder executivo, esta aprovação já é um grande passo para o setor”, afirmou o presidente da Braztoa, Marco Ferraz
A solenidade reuniu o diretor da Reed Exhibitions, Craig Moyes, o diretor da WTM Latin America, Lawrence Reinisch, o diretor executivo da Organização Mundial do Turismo (OMT), Márcio Favilla Lucca di Paula, e o ministro do Turismo, Vinicius Lages, além de Marco Ferraz.
Segundo Craig Moyes, a segunda edição da WTM pretende consolidar a feira como principal evento internacional do Turismo brasileiro e destacou o potencial do turismo receptivo nacional. “Em 2013, o turismo receptivo gerou cerca de US$ 200 bilhões para a economia brasileira e com os grandes eventos dos próximos anos, a expectativa é que este número cresça ainda mais”, disse ele.
Para Lawrence Reinisch, o evento conseguiu obter a satisfação do expositor, assim como a do visitante. “Realizamos a WTM da melhor maneira possível para satisfazer as necessidades do turismo na América Latina e cumprir com nosso slogan: ‘Promovendo a América Latina para o mundo e trazendo o mundo para a América Latina’”.
O ministro do Turismo, Vinicius Lages, disse que o País se credenciou como grande destino de eventos e negócios. “Acolhemos públicos exigentes nesta área, onde temos potencial para realizarmos grandes feitos”. Já o diretor da OMT, Márcio Favilla, destacou o crescimento do setor no mundo, com mais de um bilhão de viagens internacionais em 2013. “Apesar da América Latina ainda não acompanhar o crescimento do turismo no mundo, esperamos para este ano o crescimento de 3% a 4% na região”.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *