Uso da tecnologia é desafio decisivo no Turismo

[Por Panrotas, 19/11/2013]
PHOCUSWRIGHT 2013 – De um lado, centenas, milhares de empresas novas de tecnologia, de todos os portes, apostando que têm em mãos uma grande ideia (e solução para os problemas de viajantes e players da indústria). Perto delas, os fornecedores, enlouquecidos com as opções crescentes de canais que a tecnologia traz e ao mesmo tempo querendo turbinar sua venda direta e ainda atender aos canais e clientes fieis, coo TMCs, contas correntes e grandes empresas do setor. Entre as novas empresas, os antigos players e o mundo que até pouco tempo chamávamos de off-line (hoje algo inexistente), estão grandes corporações de tecnologia, como os GDSs, que tentam se adaptar aos novos tempos e oferecer conteúdo completo e real para as agências e seus clientes. E ainda há os agregados, os que fazem de tudo um pouco, os que estão apenas de passagem e os tubarões on-line, querendo todos os peixes para eles, além do comando do oceano.
Nesse cenário, inovar é palavra-chave e foi dela primeiro dia a Phocuswright Conference, em Hollywood, na Florida, nesta terça-feira, 19. Mais de mil profissionais das áres de turismo e tecnologia assistiram a cerca de 30 apresentações de empresas novas e/ou já estabalecidas, mostrando o que de mais inovador trarão ao mercado. As palavras de ordem, que uniram as apresentações, além de inovação, foram: personalizar a oferta de produtos aos clientes, escolher corretamente os canais de distribuição (basicamente, onde o cliente quer comprar ou onde ele sempre consulta, faz buscas e confia) e saber até onde a tecnologia pode ir, sem ferir a privacidade do cliente, sem perturbá-lo e sem ser agressivo. O objetivo de tanto investimento: ganhar mais dinheiro facilitando o processo de reservar e comprar viagens e o próprio ato de viajar.
Os GDSs continuam investindo em novas soluções para vender os serviços auxiliares de companhias aéreas, hotéis e locadoras e sabem que é um caminho longo e de muita negociação. O mais importante é que a tecnologia está pronta. Houve muitas apresentações de produtos para a hotelaria (do check-in avançado, com escolha do quarto, à consolidação de reviews) e de planejamento de viagens (algo que poucos fazem, deixando para comprar quase tudo ao chegar ao destino), com boa ênfase à facilitação de reservas e buscas e à integração e análise das redes sociais.
A Concur conquistou a plateia com um sistema que faz todo o processo pela voz. Miriam Moscovici, diretora de Tecnologia da BCD Travel, uma das comentaristas oficiais pós-apresentações, aplaudiu e disse que é isso o que os viajantes corporativos querem: agilidade, eficiência nas respostas e objetividade.
Vale destacar ainda a boa presença de brasileiros no evento, com representantes da Rextur Advance, Abreu, Amadeus, Sabre, Google, Viajanet, Submarino Viagens, PANROTAS, entre outras empresas.
Confira alguns dos produtos apresentados no dia dedicado à inovação:
CHECKMATE – Realiza o check-in do hóspede antes de ele chegar ao hotel. Assim, pode evitar o balcão da recepção ao chegar (mas e a chave?), fazer upgrades pagos (o hotel agradece) e receber status do seu quarto (que quase nunca está pronto quando chegamos ao hotel). Saiba mais em www.checkmate.io.
CONCUR – Uma das sensações do primeiro dia, a solução da Concur para o planejamento de viagens (reserva, compra, mudanças…) responde à voz do usuário, em linguagem coloquial. Saiba mais em www.concur.com.
DERBYSOFT – Um gerenciador de metasearch é a ferramenta oferecida pela Derbysoft aos hotéis. A empresa promete calcular, com antecedência, quanto um hotel tem de investir para aparecer com relevância nos aplicativos e telas do Google. Saiba mais em www.derbysoft.com.
FLIGHTS WITH FRIENDS – Para quem quer organizar viagens de famílias, amigos e conhecidos em grupos, aproveitando a vantagem das tarifas especiais devido ao volume de passageiros. A ferramenta também tem o serviço Suite Deals, que oferece acomodações mais luxuosas, por preços menores, por serem para grupos, em Las Vegas, Miami, Nova York e Los Angeles. Saiba mais em www.flightswithfriends.com.
GLOBA.LI – Um GDS dedicado a hotéis-butique em mercados emergentes, como a África do Sul. Saiba mais em http://globa.li.
GROUPSIZE – Uma ferramenta para reservas de grupos em hotéis. Tudo on-line e em tempo real, sem aquelas demoradas esperas por resposta. Saiba mais em www.groupsize.com.
LOCALEUR – Promete ser um curador de recomendações dadas por especialistas para viajantes. Nada de reviews e anúncios pagos. Saiba mais em www.localeur.com.
MYGOLA – Cria itinerários de viagens personalizados em apenas 15 minutos. Saiba mais em www.mygola.com.
PEEK – Especializado na venda de passeios e atrações, que geralmente o consumidor só compra quando chega no destino. Saiba mais em www.peek.com.
ROME2RIO – Outra apresentação bastante elogiada foi a do Rome2Rio, que promete itinerários porta a porta incluindo aéreo, ferroviário, ônibus, balsa e carro. Saiba mais em www.rome2rio.com.
ROOMER – Sabe aquela reserva hoteleira que se você cancelar perde quase tudo o que pagou? O Roomer vende esse tipo de reserva para outros hóspedes. E todos ganham no final, promete a ferramenta. Saiba mais em www.roomertravel.com.
ROUTEHAPPY – Em vez de estrelas, reviews ou outras classificações a Routehappy criou um índice de felicidade para companhias aéreas, que é um cruzamento de características dos produtos (tipo de avião, espaço para as pernas, salas vips…). Dá ao usuário leigo informações que só um conhecedor ou heavy user teria. Saiba mais em www.routehappy.com.
WANDERWE – O buscador/planejador focou em viagens curtas, de duas a quatro noites, em destinos secundários. Para quem quer dar uma escapada rápida. Saiba mais em www.wanderwe.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *