Turismo de eventos fortalece a economia no Pará

[Por Brasilturis, 21/08/2013]
O estado do Pará ganhou o direito de sediar o 29º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, que ocorrerá em setembro de 2015, em Belém. A organização e realização do evento é uma iniciativa da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), fundada em 1966, e que reúne cerca de 10 mil profissionais do setor como associados. Na manhã desta terça-feira (20), o secretário de estado de Turismo, Adenauer Góes, recebeu a visita do presidente da secção paraense da entidade, José Benevenuto Vieira.
O congresso promovido pela ABES é mais um a fortalecer o segmento turístico de negócios, eventos e incentivos do estado, um dos prioritários no Plano Estratégico de Turismo Ver-o-Pará, que é o segundo maior motivo de viagem e atração de turistas ao Pará com 18,2% do total, segundo dados de pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), de 2011.
Um evento movimenta grande número de profissionais durante a sua realização, gerando forte movimento econômico nas cidades que o sediam. O turista de eventos é motivado por interesses profissionais, mesclando atividades de trabalho e lazer, o que faz dele um cliente com grande potencial de consumo do item diversão. Além disso, o turismo de eventos propicia ao visitante conhecer o destino para depois retornar com a família aos locais que mais lhe agradaram.
Outros benefícios são o incremento na receita global do local-sede do evento, (o turista participante realiza gastos elevados em comparação a outros segmentos, melhora a imagem da cidade-sede do evento – pois o participante é um elemento divulgador do local, gerando empregos e receita, que podem ser revertidos em melhorias na infra-estrutura e desenvolvimento turístico.