Rio de Janeiro, cartão de visitas da Copa das Confederações

[Por Aquarela 2020, 31/05/2013]
O presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Flávio Dino, elogiou os preparativos do Rio de Janeiro para receber os turistas estrangeiros durante a Copa das Confederações FIFA Brasil 2013. “A cidade será palco da partida final do torneio e, portanto, será um dos principais cartões de visita de nosso país para o mundo no próximo mês de junho”, disse Dino . “Nada mais justo para a cidade que já é cartão postal do Brasil em todo o mundo com o Cristo Redentor, suas belas praias e uma paisagem urbanística única, fruto da harmonia entre homem e natureza, que foi reconhecida como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO”, afirma o presidente da Embratur.
O encontro aconteceu na última segunda-feira (27), em Brasília, reunindo o presidente e dirigentes de turismo de cada uma das seis cidades-sede da Copa das Confederações. A capital fluminense foi representada pelo diretor de Marketing da TurisRio, Guto Graça, que informou sobre os preparativos cariocas para o evento internacional. Segundo ele, serão 8 CATs (Centro de Atendimento ao Turista), sendo 3, com conjunto com a Secretaria de Defesa do Consumidor e Procon. “Além de informações turísticas, faremos o monitoramento da qualidade dos serviços que estão sendo oferecidas ao visitante”, explicou o diretor. A cidade irá dispor de 200 mil guias, em português, inglês e espanhol, além de incluir conteúdo informativo sobre o evento nos sites da Prefeitura, Rio Guia Oficial e Cidades Maravilhosas do Estado. Para o Facebook, também foi criado um aplicativo para estimular o turismo pelo estado durante a realização da competição.
Da parte do governo federal, a Embratur criará, sob coordenação da Presidência da República e em parceria com outros órgãos governamentais, o Centro Aberto de Mídia (CAM), no Rio de Janeiro, para atender os jornalistas não credenciados para a competição. “Esses profissionais formam um segmento muito importante na formação da opinião pública no exterior, já que estarão no Brasil para cobrir o ambiente dos eventos, mas não os jogos em si”, explica Dino. “Por isso, é importante fornecer o máximo possível de informações a eles para que possam produzir um material completo sobre a diversidade de destinos turísticos e de preparativos do Brasil”.
O presidente da Embratur ainda lembrou que o Rio de Janeiro ocupa a primeira posição brasileira no ranking da ICCA (International Congress & Convention Association). “Depois da Rio+20 no ano passado, receber a final da Copa das Confederações e, depois, a Jornada Mundial da Juventude, mostrarão que o Rio está totalmente apto a receber qualquer porte de evento”, afirmou Dino.
Copa das Confederações
A Copa das Confederações da FIFA 2013 será disputada em seis sedes: Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Fortaleza (CE), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ) e Salvador (BA). Com exceção de Brasília, que só receberá a partida de abertura, em 15 de junho, entre Brasil x Japão, as outras cinco sedes têm três partidas programadas. As semifinais estão agendadas para Fortaleza e Belo Horizonte. A decisão será no Maracanã, no Rio de Janeiro, em 30 de junho.
A edição de 2013 da Copa das Confederações reúne ingredientes que dificilmente serão possíveis juntar em outra edição do torneio. Estarão em campo seleções que simbolizam nada menos que 12 títulos mundiais. São cinco do Brasil, quatro da Itália, dois do Uruguai e um da atual detentora da taça, a Espanha. Os mexicanos, atuais campeões olímpicos, além de Nigéria, Japão e Taiti, também estarão presentes.