Conotel: SBClass é ferramenta de comunicação com o mercado

[Por Hoteliernews, 26/03/2013]
“É importante que os hoteleiros do Brasil compreendam que o SBClass (Sistema Brasileiro de Classificação dos Meios de Hospedagem) é uma importante ferramenta de comunicação com o mercado”. A síntese é de Jair Galvão Neto, coordenador geral de Serviços Turísticos do MTur (Ministério do Turismo), em debate ocorrido hoje (26), em São Paulo.
O executivo da pasta do turismo foi o palestrante do tema Operações: Cadastur, SBClass e FNRH (Ficha nacional de Registro de Hóspedes) num painel que ocorreu durante a 55ª edição do Conotel – Congresso Nacional de Hotéis, realizado até amanhã no Transamérica Expo Center. A palestra contou ainda com as participações de Reinaldo Ritter, da ABIH-RS (Associação da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Sul), e José Inácio Júnior, da ABIH-PB (Associação da Indústria de Hotéis da Paraíba).
Para Neto, o sistema de classificação hoteleira é um bem real para a hotelaria do País, pois facilita a compreensão do turismo internacional quanto à qualidade do empreendimento em que pretendem se hospedar. “O sistema de estrelas é utilizado em todo o mundo. É uma linguagem de fácil compreensão”, considera.
Com portaria lançada em meados de 2011, a medida agrupa atualmente 33 meios de hospedagem já avaliados e chancelados.
“A ideia da padronização é uma questão mercadológica, com ela fica mais simples mensurar como é a oferta hoteleira em cada destino e o hotel ganha em termos de divulgação estando ligado a entidades como o próprio ministério e o Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo)”, pondera o coordenador.
Segundo o representante do MTur, os próprios proprietários e profissionais de hospedagem irão perceber os benefícios que terão ao participar do SBClass.
Neto ainda falou sobre a otimização na coleta de dados que o FNRH dará ao mercado e garantiu que essas medidas do Ministério tem um intuito: aproximar a iniciativa pública da privada, dentro do setor turístico.