Bahia pode receber cerca de 50 mil mexicanos por ano

[Por Mercado e Eventos, 03/12/2012]
Luis Quintero, presidente da Mundomex, agência mexicana conveniada à FIFA para venda de pacotes de Turismo para a Copa do Mundo de 2014, esteve em Salvador para visitar o navio MSC Música, que deve trazer cerca de quatro mil mexicanos à Bahia durante o mundial. Quitero foi recebido pelo secretário de Turismo da Bahia, Domingos Leonelli, e pela tripulação do navio. A embarcação de cruzeiro marítimo, que teve última parada em Tenerife, nas Ilhas Canárias, trouxe cerca de 2,3 mil turistas a Salvador neste domingo (2).
De acordo com Quintero, a Mundomex vai operar dois navios, MSC Música e MSC Sinfonia, com o público mexicano. As embarcações somam mais de 2,1 mil cabines que devem comportar os visitantes. “Salvador está numa região central do Brasil. É uma posição privilegiada, que nos permite estar próximo de outras cidades-sede da Copa do Mundo. Por isso, a capital da Bahia tem 90% de chances de receber os dois navios que vamos operar. Salvador também foi a primeira capital do Brasil e aqui a cultura e a história do país estão bem presentes, o que é atrativo. Ainda se tem Carnaval, comida boa, muita festa, futebol, boa temperatura e hospitalidade”, comentou Luis Quintero, que vai oferecer pacotes de cinco, 10, 15 e 20 noites.
No entanto, o interesse da empresa em ter a Bahia como um dos principais destinos brasileiros também foi revelado. De acordo com o executivo mexicano, a Mundomex quer trabalhar o destino Bahia antes mesmo dos megaeventos esportivos. “Estamos negociando para trazer mais turistas do México para cá antes mesmo da Copa, em 2013, porque depois, com a visibilidade que o Brasil e a Bahia vão ter, o interesse deve ser natural. Mas também vamos ter pacotes para a Copa das Confederações, Copa do Mundo e para as Olimpíadas de 2016. Nossa meta é que depois disso, a empresa de Turismo traga à Bahia cerca de 50 mil visitantes por ano”.
Para o secretário Domingos Leonelli, a vinda dos quatro mil mexicanos ao estado pode significar a abertura de um novo mercado para o Turismo baiano. “O México tem pouca representação no nosso número de visitantes e a depender do que eles vejam e sintam aqui, podem se transformar em quatro mil vendedores da Bahia”. Anualmente, o estado recebe mais de 11 milhões de turistas. Entre eles, 558 mil são estrangeiros, mas o México não parece entre os 14 principais países emissores de visitantes. A lista é liderada por Argentina, Espanha, Itália e França.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *