Mais tempo para inscrever-se em edital de apoio a eventos

[Por Aquarela 2020, 11/09/2012]
Edital do programa da Embratur de Apoio à Captação e Promoção de Eventos é prorrogado por 20 dias. Instituições públicas e entidades sem fins lucrativos podem apresentar propostas.
A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) vai prorrogar até o dia 2 de outubro o prazo para apresentação de propostas relacionadas ao programa de Apoio à Captação e Promoção de Eventos. De acordo com o edital, o prazo final seria dia 12 de setembro, porém, devido a grande demanda e a pedido dos órgãos públicos e entidades sem fins lucrativos, o Instituto aumentou o período para apresentação das propostas. Passado esse prazo, as mesmas entrarão em fase de análise para conferência do cumprimento dos requisitos estipulados em edital.
Para consolidar a vocação nacional para a realização de eventos internacionais, a Embratur aportou, por meio de chamamento público, R$ 1,9 milhão para o Programa de Apoio a Captação e Promoção de Eventos. A iniciativa, publicada no Diário Oficial da União no dia 27 de julho, busca apoiar instituições públicas e entidades sem fins lucrativos na captação de congressos e eventos esportivos internacionais para o país.
O programa, que já está em sua 2ª edição, estimula a diversificação de cidades-sede de eventos internacionais, na avaliação de Flávio Dino. “Já tivemos um bom salto nos últimos anos, de 48 para 57 cidades brasileiras que receberam algum evento reconhecido pela ICCA (Associação de Congressos e Convenções, pela sigla em inglês)”, avalia o presidente da Embratur, Flávio Dino. “Com mais cidades no circuito do segmento de turismo de eventos, os recursos advindos do ingresso de divisas serão melhor distribuídos, em termos regionais”. Em 2011, o gasto médio do turista de negócios foi de US$ 285, mais de quatro vezes o gasto médio de um turista de lazer, que gira em torno de US$ 68.
Dino lembrou também que o edital para apoio à captação de eventos é importante para que o Brasil alcance sua meta de subir de 7º para 5º pais que mais recebe encontros e convenções internacionais pelo ranking ICCA (Associação Internacional de Congressos e Convenções). De 2010 para 2011, o país saltou de 257 para 304 eventos, realizados em 57 cidades brasileiras. Para ele, a Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude, ambas em 2013, e a Copa do Mundo FIFA 2014 e os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016, mostram que o Brasil está preparado para sediar qualquer tipo de evento nos próximos anos.