Criador do primeiro curso de turismo no Brasil é homenageado em São Paulo

Em comemoração ao seu 7º aniversário, Academia Brasileira de Eventos e Turismo faz homenagem ao Prof. Gabriel Mario Rodrigues, Reitor da Universidade Anhembi Morumbi
O mercado de turismo é um dos que mais cresce no Brasil. De acordo com informações do Departamento de Estudos e Pesquisas do Ministério do Turismo, a quantidade de famílias que passou a gastar com viagens aumentou de 38,5% do total em 2007 para 44% em 2012. Além do aumento da capacidade de consumo da Classe C e da facilidade de pagamento de viagens, o desempenho deste segmento está também diretamente ligado à profissionalização do setor. “O Brasil desenvolve-se cada vez mais quando o assunto é a preparação dos profissionais que atuam neste mercado. E o crescimento da nossa economia está também diretamente relacionado com o desenvolvimento do nosso turismo, cada vez mais preparado para receber o visitante de dentro e de fora do País. Por esta razão, em vésperas de recebermos uma demanda tão grande de turistas por conta dos eventos da Copa, não poderia ser mais oportuno homenagear aquele que formou a primeira turma de profissionais que tanto já contribuíram com o segmento do Brasil”, afirma o presidente da Academia Brasileira de Eventos e Turismo, José Wagner Ferreira.
Responsável por instituir o primeiro curso superior oficial de Turismo no Brasil em 1971, o Prof. Gabriel Mario Rodrigues, fundador e hoje reitor da Universidade Anhembi Morumbi é também sócio da Rede Brasileira de Educação à Distância – Universidade Virtual Brasileira e presidente da Associação Brasileira das Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES). “O Prof. Gabriel foi responsável por ensinar no Brasil, pela primeira vez, o conceito da importância sócio-cultural-econômica que o Turismo traz para os centros receptivos. Trata-se de uma atividade que influencia direta e indiretamente em 400 outras atividades industriais e comerciais e mais de 600 profissões que, à medida que foi amadurecendo, atraiu investidores na hotelaria, na infraestrutura de transportes, Alimentos e Bebidas, atrações naturais e temáticas, preservação, conscientização, ecologia, entre outras áreas.”, afirma o presidente da IT MICE Travel Solutions e Acadêmico da Academia Brasileira de Eventos e Turismo, Ibrahim Tahtouh, que foi aluno da primeira turma do curso superior de Turismo dirigida pelo Prof. Gabriel Rodrigues.
De acordo com Tahtouh, o contexto do mercado na época da criação do curso já era favorável e promissor. “Com a ruptura que houve em 64,68 etc, o Brasil estava despertando para descobrir que a Indústria do Turismo tinha tudo a ver conosco, mas era preciso preparar a infraestrutura e muita mão de obra especializada para saber diferenciar o que é trabalhar em turismo, servir ao turista, explorar o turismo e, especialmente deixar claro que trabalhar é diferente de ser turista, servir é diferente de ser servido – e que era para explorar o Turismo e não o turista. O conteúdo que o Prof.Gabriel, assessorado por outras cabeças igualmente privilegiadas, propôs foi o mais completo embasamento para qualquer pessoa poder criar, instituir, dirigir, orientar cidades, destinos, equipamentos hoteleiros e de serviços, semelhante ao que acontece hoje na preparação do Brasil para grandes eventos, como a Copa, Olimpíadas, Expo 2020 etc.”, enfatiza.
O evento de aniversário da Academia está marcado para o próximo dia 20 de fevereiro, em São Paulo, e deve reunir profissionais notórios dos segmentos de marketing promocional, turismo de negócios, promoção comercial, transporte aéreo, hotelaria, entre outros.
Sobre a Academia Brasileira de Eventos e Turismo
A Academia Brasileira de Eventos e Turismo foi inaugurada em fevereiro 2006 como Academia Brasileira de Eventos. Iniciativa inédita no país, surgiu da necessidade de nutrir o segmento com pesquisas e dados capazes de prever conjunturas, amparar crises e nortear ações no que se refere às tendências mundiais dos segmentos de turismo e eventos e suas reflexões no Brasil. Tem como objetivo principal trazer, por meio de ações inéditas e programadas, a integração de esforços para a implementação do setor a nível nacional e internacional.
Composta atualmente por 35 acadêmicos efetivos e perpétuos, à semelhança de outras Academias no Brasil e no mundo, tem seu quadro constituído por profissionais notórios dos segmentos de marketing promocional, turismo de negócios, promoção comercial, transporte aéreo, hotelaria e outros. Entre suas principais ações, em 2011 instituiu o Dia do Profissional de Eventos, comemorado em 30 de abril.
Entre alguns dos nomes que já fazem parte da Academia Brasileira de Eventos e Turismo, estão Anita Pires (Presidente ABEOC – Associação Brasileira de Empresas de Eventos), Armando Campos Mello (presidente da UBRAFE – União Brasileira dos Promotores de Feiras), Carlos Alberto Julio (Tecnisa), Chieko Aoki (Blue Three Hotels), Eduardo Sanovicz (Associação Brasileira das Empresas Aéreas e ex-presidente da Embratur), Eraldo Cruz (Secretario Geral da CNC), Elza Tsumori (Casa Barcelona e Conselho AMPRO – Associação de Marketing Promocional), Gerard Jean (Presidente Riocentro e Riotur, Secretário de Turismo do RJ), Guilherme Paulus (CVC), João De Simoni (conferencista, fundador da AMPRO – Associação de Marketing Promocional), José Wagner Ferreira (consultor, Ex-VP da TAM e ex-presidente da Webjet), Milton Zuanazi (SBTUR, ex-ANAC e Ministério do Turismo), Roland de Bonadona (CEO Accor), Sergio Junqueira Arantes (Diretor da Eventos Expo Editora, Revista Eventos e Premio Caio) e Sergio Pasqualin (Diretor Expo Center Norte).