Segunda edição da Virada Sustentável recebe mais de 750 mil pessoas

[Por Revista Eventos, 06/06/2012]
Mais de 750 mil pessoas participaram das atrações de conteúdo educativo sobre sustentabilidade reunidos na segunda edição da Virada Sustentável, realizada dias 2 e 3 de junho, na Grande São Paulo. De acordo com a organização do evento, os números finais encerram um total de 612 atividades gratuitas distribuídas em 149 locais da cidade, como parques, praças, escolas, universidades, equipamentos culturais e outros.
(Faça download de imagens da cobertura em http://bit.ly/MdW7k1)
Criada para difundir os conceitos de sustentabilidade para a população a partir de uma abordagem positiva e alegre, a Virada utilizou peças de teatro, shows musicais, instalações, exposições e oficinas, entre outras atividades, para mostrar a diversidade de temas que compõem a sustentabilidade, incluídos os de cunho mais social, como acessibilidade, cultura de paz e cidadania.
Nossa ideia foi mostrar a sustentabilidade como um grande conjunto de temas interligados, como biodiversidade, água, mobilidade urbana, consumo consciente, mudanças climáticas, cultura de paz, economia verde, acessibilidade e inclusão, entre tantos outros. Essa visão mais ampla, sistêmica, é fundamental para que as pessoas entendam a importância do que estamos falando, resume o jornalista André Palhano, organizador da Virada junto com a publicitária Mariana Amaral.
A variedade de organizações e entidades envolvidas também foi uma marca da segunda edição, que contou com a participação direta de secretarias de governo, empresas, universidades, escolas, ONGs, restaurantes e equipamentos culturais de todas as regiões da cidade, inclusive na periferia. Entre as novidades do ano, destacam-se as parcerias com o Sesc, SPTuris, Senac, Rede Social do Centro, Rede Social da Zona Norte e Yoga Pela Paz.
A distribuição das atividades em vários locais, evitando aglomerações e problemas associados de trânsito e lixo, entre outros, consolidou ainda um modelo inovador de evento pulverizado, que atende todas as regiões e tribos da cidade sem causar transtornos.
É um modelo diferente, que dialoga diretamente com o tema proposto e, sem dúvida, é muito oportuno para qualquer grande centro urbano. Realizamos um mega evento, com mais de 600 atividades, que não teve sequer uma fila, destaca Mariana Amaral.
Entre as ações que acompanharam a Virada Sustentável em 2012, os organizadores ressaltam a importância da coleta de lixo eletrônico (46 pontos) e a doação de cerca de 100 mil livros infantis sobre temas da sustentabilidade, de autoria da escritora Patrícia Secco.
Destaques: O Parque Ibirapuera foi um dos pontos que reuniu o maior número de atividades da Virada, com oficinas, palestras, teatro, exibição de filmes, jogos e atividades esportivas. A Praça Victor Civita, na região Oeste, reuniu alguns dos principais shows do evento, como o espetáculo em que a Palhaça Rubra recebeu os artistas Anelis Assumpção, Curumin e o grupo Palavra Cantada. O Mercado Municipal, no Centro da cidade, também teve destaque na programação, com diversas atividades voltadas ao tema da alimentação orgânica e um desfile, no sábado (2), de biojóias e modelitos de algodão orgânico.
Outra atividade que chamou a atenção foi o Pimp My Carroça, que reuniu um público de cerca de 1500 pessoas, no domingo (3), das 10h às 18h, no Vale do Anhangabaú, para um evento cujo principal objetivo foi reformar as carroças e dar visibilidade ao trabalho dos catadores de materiais recicláveis na cidade. A reforma envolveu a troca de pneus, reforço de estrutura, substituição de partes danificadas e pintura artística dos carrinhos. Enquanto isto, os 40 recicladores que participaram da ação passavam por atendimentos que incluíam massagem, corte de cabelo e barba, dentista, oftalmologista e assistência social. Do público total do evento, 270 pessoas eram voluntários que trabalharam na organização e 60 grafiteiros responsáveis pela pintura das carroças. As atividades foram encerradas com uma “Carroceata”, quando os carrinhos grafitados desfilaram pelas ruas do Centro para uma manifestação pacífica para chamar a atenção para os carroceiros no trânsito e para a valorização do trabalho dessas pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *