Israel libera entrada de não-vacinados a partir de 1º de março

Israel permitirá a entrada de todos os turistas, independentemente de terem sido vacinados contra a covid-19, a partir de 1º de março. Naftali Bennett, primeiro-ministro israelense, e Nitzan Horowitz, ministro da Saúde, anunciaram a decisão no domingo (20).

Sob as novas diretrizes, turistas de todas as idades, vacinados e não vacinados, poderão entrar em Israel, desde que apresentem um teste de PCR negativo antes da chegada e façam outro PCR após o desembarque no país. A medida, porém, não exime os vacinados de apresentarem o comprovante de testagem negativo.

Isso significa que famílias com crianças não vacinadas agora podem passar férias em solo israelense sem restrições. Até agora, apenas os vacinados contra a covid-19 podem entrar em Israel depois que o país fechou suas fronteiras para estrangeiros pela primeira vez em março de 2020.

A decisão também facilita a entra para os cidadãos israelenses, que só precisam passar por um teste de PCR na chegada, não sendo obrigados a se submeterem a um teste de antígeno antes da partida.

“Estamos vendo um declínio constante na taxa de mortalidade. Fomos os primeiros a fechar o céu aos viajantes. Agora vemos como hora de abri-lo gradualmente novamente”, disse o primeiro-ministro.

“A situação em Israel é boa no momento. Este é o resultado de uma gestão correta e dinâmica; é por isso que estamos abrindo agora. Ao mesmo tempo, continuaremos monitorando a situação de perto e agiremos rapidamente novamente no caso de uma nova variante”, concluiu.

 

 

Fonte: BrasilTuris