Realização da ABRIN, em março, impulsiona cenário favorável à indústria nacional

Os principais lançamentos de brinquedos, tendências, conteúdo especializado e relacionamento entre profissionais do setor, no palco da ABRIN 2022, de 13 a 16 de março, no Expo Center Norte, não poderiam acontecer em um momento mais oportuno.

O ano, prevê o presidente da ABRINQ – Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos, Synésio Costa, “será incrível! Os asiáticos não terão resolvido seus problemas de logística, matérias-primas, controle de emissão de gases e falta de energia elétrica”.

Tais fatores, explica o presidente da ABRINQ, fizeram com que a indústria nacional tomasse participação de mercado dos chineses e tivesse crescimento de 11% no ano passado, com R$ 8,4 bilhões de faturamento.

Synésio Costa informa que as importações caíram 49% e a indústria nacional recuperou mais mercado dos importados, atingindo perto de 75% de participação. O setor tem cerca de 1.600 pontos de venda especializados e algo em torno de 15 mil varejistas.

 

ABRIN

Promovida pela Francal Feiras e ABRINQ, a ABRIN 2022 acontece num momento favorável para a abertura do calendário de negócios do ano. De acordo com a associação dos fabricantes, há vários fatores ainda necessários para o que setor cresça pelo menos mais 6% este ano.

Entre eles estão a remoção de entraves para um melhor desempenho das empresas, o plano de privatizações, o financiamento para produtos e fábricas com taxas de juros mais atrativas e a redução de preço de insumos imprescindíveis à produção, como gás e energia elétrica.

A incidência do coronavírus também pode se converter numa janela de oportunidade para a indústria brasileira de brinquedos. Para a ABRINQ, as fábricas nacionais têm condições e capacidade instalada para atender a eventual demanda de datas importantes do calendário do setor, como aconteceu no Dia das Crianças e Natal passados. O Brasil é hoje um dos poucos países que mantêm a produção local de brinquedos, e esta relevância se reflete no protagonismo da ABRIN.

Vale lembrar que o credenciamento para lojistas e profissionais do setor está aberto até o dia 10 de março. O cadastro se dá exclusivamente pelo site da feira, neste LINK. O visitante deve imprimir sua credencial e apresentá-la na entrada do evento juntamente com um documento com foto.

 

Experiências e Conteúdo

Junto aos negócios, que permitem ao varejo de brinquedos antecipar sua programação do ano todo, a ABRIN colabora para que toda a cadeia acompanhe as constantes transformações no comportamento dos consumidores e nos processos de gestão e marketing para melhorar seus resultados.

O evento oferece a seus visitantes um conjunto de experiências e conteúdo voltados às novas técnicas para modernizar as lojas, melhorar o atendimento aos clientes e aumentar as vendas. Com um conteúdo dinâmico e interativo, o ABRIN Talks traz especialistas de varejo com temais atuais e relevantes, ampliando conhecimento e contribuindo para o crescimento dos negócios.

Com mais de 130 expositores e previsão de apresentar em primeira mão 1.500 novos brinquedos, a 38ª Feira Internacional de Brinquedos estará aberta das 10h às 20h. Parte das ações de conteúdo e experiência na feira serão transmitidas ao vivo pela TV ABRIN.

Por tudo isso, a ABRIN é o evento que mobiliza o mercado ao longo de toda a semana de realização, quando o ecossistema do brinquedo respira e vive negócios, informação, lançamentos e reconhecimento de marca.

Essa mobilização é potencializada pela força dos influenciadores: na última edição, em 2020, mais de 150 deles compareceram ao evento e geraram alcance de 8,3 milhões nas mídias sociais. Para este ano, com intensificação das ações com este público, a projeção é atingir 10 milhões em alcance total.

 

Segurança

Durante a realização da ABRIN, estarão sendo observadas as medidas de segurança sanitária, baseadas em quatro pilares: exigência de vacinação, uso de máscara, distanciamento social e higienização.

 

Fonte: Bahia Jornal