Hotelaria prevê aumento de 15% na contratação de temporários

[Por  Revista Eventos, 09/10/2015]
De olho na alta temporada de verão, a hotelaria nacional espera um crescimento de 15% na contratação de mão de obra temporária, na comparação com o restante do ano. A estimativa foi anunciada, no final do mês de setembro, pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH Nacional). O aumento deve se equiparar ao valor obtido no mesmo período de 2014.
Para Nérleo Caus, presidente da entidade, o valor é positivo ao se comparar com outros setores da economia, como o varejo, que prevêem uma retração nas contratações temporárias, em virtude da crise econômica. “Neste momento de instabilidade e diante do cenário atual, manter o mesmo percentual de crescimento no quadro de funcionários de 2014 já é um fato positivo e para se comemorar. É uma demonstração de que a hotelaria está reagindo rapidamente e fazendo sua parte na geração de emprego e renda”, afirma.
O presidente da ABIH também explica que essa é uma média de todo o setor e em todas as regiões do Brasil. “Falamos de um país com dimensões continentais. É claro que os balneários e os destinos de sol e praia são responsáveis por um incremento maior na mão de obra no período de verão. Já, os destinos de negócios, como São Paulo, que representa o maior parque hoteleiro do País, tradicionalmente reduzem seu efetivo em virtude das férias”, analisa Caus.