III Encontro do Prodetur Nacional discute investimentos estratégicos no turismo brasileiro

[Por Hôtelier News, 29/04/2015]
Os investimentos realizados no segmento turístico brasileiro foi pauta do III Encontro do Prodetur (Programa de Desenvolvimento do Turismo) Nacional, que teve início na segunda-feira (27) e terminou ontem (28). O evento teve como propósito de reunir esforços e investimentos para o setor, além de perpetuar boas iniciativas de administração em estados e cidades com mais de um milhão de habitantes. Alberto Alves, secretário executivo do MTur (Ministério do Turismo), e Neusvaldo Lima, secretário de Programas de Turismo,  além do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e da CAF (Comissão Andina de Fomento) participaram das discussões, sediadas no Rio de Janeiro.
Segundo Alves, o programa fortalece a gestão sustentável, integrada e democrática do setor. “O Ministério do Turismo já articulou, por meio do Prodetur, o investimento de US$ 483,5 milhões para obras estratégicas, por meio de recursos do BID e da CAF”, disse. O secretário-executivo reforçou, ainda, o interesse do MTur para que o investimento previsto inicialmente, no valor de US$ 1 bilhão, seja usado em sua integralidade para o desenvolvimento do turismo no País.
Durante a abertura do encontro, na segunda-feira (27), Nilo Sérgio Félix, secretário Estadual de Turismo do Rio de Janeiro, reforçou a importância do Prodetur para as ações e projetos da região. “Já usamos boa parte dos recursos para a execução de obras e projetos estruturantes que vão trazer benefícios para todo o estado do Rio de Janeiro”, disse. Para José Iran, secretário de Obras do Estado do Rio de Janeiro, “o Prodetur é uma alavanca para o turismo no Rio. O estado é uma das principais portas de entrada para o turismo e com a Olimpíada isso irá se ratificar”, disse.
Ontem (28), Neusvaldo Lima apresentou os dados da participação do MTur no Prodetur Nacional. Por meio da pasta, já foram elaborados 45 Planos de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS), atendendo mais de 350 municípios. Além disso, já foram feitos 19 Planos de Fortalecimento Institucional da Gestão do Turismo, 27 Planos Diretores Participativos elaborados ou revisados, três Planos de Marketing e 15 Avaliações Ambientais Estratégicas.