Turismo participa de entrega de CATs e sinalização

[Por Ministério do Turismo, 16/4/2014]
O ministro do Turismo, Vinicius Lages, participa nesta quarta-feira (16), em parceria com a Secretaria de Turismo do Distrito Federal, do lançamento dos primeiros centros móveis de atendimento ao turista (CATs) e da primeira etapa de entrega de placas de sinalização turística, feitos com recursos do Ministério do Turismo para as cidades-sede da Copa do Mundo.
O Ministério do Turismo investiu R$ 252 mil nas duas centrais móveis, equipadas com sistemas de ar condicionado e áudio visual, mesas, cadeiras, gerador de energia, frigobar e microondas. Os veículos serão usados não apenas na Copa do Mundo FIFA 2014, mas nos grandes eventos da cidade, sendo colocadas nas ruas já na Via Sacra de Planaltina (18), no jogo do Flamengo e Goiás no Estádio Mané Garrincha (20) e no aniversário de Brasília (21), na Esplanada dos Ministérios.
“Chegou a fase de entrega. O Ministério do Turismo disponibilizou recursos para as cidades-sede a partir de junho de 2012 e agora começam a aparecer o frutos. São equipamentos que melhoram o atendimento ao visitante e ficarão como legado após o megaevento”, comenta o ministro Vinicius Lages. “Brasília é já um destino qualificado, não só como uma cidade que recebe pessoas do país e do mundo todo, mas pelo seu entorno. Não tenho dúvida de que Brasília está preparada para receber o turista e a visibilidade da Copa vai potencializar a atração de pessoas do mundo todo”. De acordo com ele, a capacidade instalada será usada não apenas para a Copa, mas permanecerá na cidade. Natal e Manaus também têm obras com recursos do Ministério do Turismo prontas para serem entregues para a população.
Brasília foi escolhida para sediar uma série de eventos internacionais durante os próximos anos, como o Fórum Mundial das Águas (2018), que deve atrair 40 mil pessoas para a cidade, a Universíades, o terceiro maior evento esportivo do mundo (2019), além de partidas de futebol durante os Jogos Olímpicos (2016). “No caso do Fórum Mundial das Águas foi uma disputa acirrada, que contou com a participação de nove países. Brasília demonstra a credibilidade e nível internacional para sediar estes eventos”, afirma Agnelo Queiroz, governador do Distrito Federal, que participou da entrega dos CATs e da sinalização. Sobre o Estádio Nacional de Brasília, Agnelo afirma que em um único jogo foram movimentados 12 milhões na cidade, considerando hotéis, restaurantes, transporte e comércio em geral.
O secretário de Turismo do Distrito Federal, Luiz Otávio Neves, disse durante o evento se sentir orgulhoso de saber que Brasília é a primeira cidade a entregar os investimentos do Turismo para a Copa. “Não tenho dúvida de que eventos não faltarão, tanto que 650 mil pessoas já estiveram no Estádio Nacional de Brasília, quase o dobro do que o antigo estádio havia recebido”, afirmou.
Além dos CAT’s, Brasília também finalizou a primeira etapa da sinalização turística para a Copa, simbolicamente representada pela placa interpretativa trilíngue em frente ao Estádio Mané Garrincha. Até o fim de maio 1.219 placas serão instaladas em toda a cidade. Parte delas, chamadas “direcionais”, em português e inglês, serão colocadas nas vias indicando os caminhos para os monumentos. As demais, chamadas de “interpretativas”, “informativas” e “mapas” serão instaladas nos atrativos e terão textos em português, inglês e espanhol. O valor total de repasse foi de R$ 2,7 milhões.
Atendendo às definições da Matriz de Responsabilidades do governo federal, o Ministério do Turismo investe R$ 180 milhões em três categorias de obras para preparar os 12 destinos-sede da Copa do Mundo: aquisição, construção ou reforma de centros de atendimento ao turista (CATs); instalação de sinalização turística; e obras de acessibilidade.
Clique aqui e ouça declaração do ministro Vinicius Lages sobre a preparação para o atendimento a turistas.
Clique aqui para ouvir comentário do governador Agnelo Queiroz sobre a importância da orientação a visitantes.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *