Festival valoriza gastronomia e cultura do Brejo paraibano

[Por Agência Sebrae, 28/10/2013]
O Bode Quilombola, um prato de carne com tempero regional, e a sobremesa Sorvete dos Engenhos são dois dos 96 pratos ofertados no Festival Sons e Sabores do Brejo Paraibano. Estas e outras dez receitas serão apresentadas na cidade de Areia, de sexta-feira (1º) até o domingo (3). Estarão em destaque 96 micro e pequenos negócios como restaurantes, pizzarias, panificadoras, entre outros empreendimentos locais. A parte cultural do evento mostrará atrações musicais, como o grupo para-folclórico Filhos do Rei. Há ainda visitas aos teatros mais antigos da Paraíba ou museus.
O Sebrae na Paraíba é apoiador da iniciativa, que incentiva ao turismo na microrregião em uma época fora da temporada do frio. “O festival é uma proposta inovadora de implementação de um roteiro turístico que une a gastronomia e a música em várias formas e estilos”, explica a gestora do projeto de Turismo do Sebrae no estado, Regina Medeiros Amorim.
O Festival é uma parceria do Sebrae na Paraíba, Empresa Paraíba de Turismo (PBTur), Fórum de Turismo do Brejo paraibano e prefeituras municipais. O Festival Sons e Sabores do Brejo continua em Guarabira (15 a 17 de novembro), Solânea (22 a 24 de novembro), Serraria (29 de novembro a 1º de dezembro), Remígio (6 a 8 de dezembro) e Pilões (13 a 15 de dezembro). São 12 pratos salgados e doces por cidade.
Duas empresas de João Pessoa passaram novas receitas às participantes, a Empório das Coxinhas e a Pastelaria da Ione. Segundo a proprietária, Ione Augusto Andrade, os pastéis são fabricados há dez anos no bairro da Torre em João Pessoa. Ela faz cerca de 40 tipos de pastéis misturando frango, charque, calabresa e queijo com outros sabores e temperos.
“Eu mesma faço a massa e deixo pronta, podendo ser colocada na geladeira por até uma semana. Aprendi a técnica dos japoneses de elaboração dessa massa, em São Paulo”, disse. A Pastelaria também vende a massa por quilo para fiteiros e outras pastelarias. O segredo dessa massa foi passado para as participantes da oficina do Festival, que planejam vender o novo tipo de pastel na cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *