Rodada de Negócios do Floripa Convention supera expectativas

[Por Florianópolis CVB, 23/08/2013]
Um ambiente de negócios altamente favorável para a propagação de parcerias entre empresas do trade. A Rodada de Negócios, promovida pelo Floripa Convention em conjunto com o SEBRAE/SC, em Florianópolis, é uma das ações mais eficazes de relacionamento, com consistente aproveitamento e posicionamento de serviços e produtos voltado ao mercado de turismo e eventos. Nesta última quinta-feira, 22 de agosto, foram cinco horas de conversa e exposição do portfólio. De um lado 17 empresas âncoras da área de organização de eventos e centro de convenções, do outro 60 prestadoras de serviços com potencial para atender a demanda carente.
Paula Salles, à frente da SKL, representa uma das empresas âncoras abertas a novos fornecedores. Recém-chegada na rede de associados do Convention, a empresária resolveu em uma tarde o que de repente dispensaria muito do seu tempo. “Participo pela primeira vez desta ação e fiquei satisfeita em conhecer pessoas novas, cabeças novas. Aproveitei para fechar um evento que dependia de serviços, todos nesta tarde e com uma vantagem, a referência de estarem associados ao Convention, o que me dá certeza de credibilidade”, comenta.
Foi a primeira vez também da empresária Rosangela Buhatem, da Primundo, animada com os contatos em vista. “Falar com a pessoa certa é meio caminho andado”, disse ela, opinião reforçada pelo diretor executivo Humberot Freccia Netto, da Nova Alman Turismo Receptivo com algumas rodadas de experiência. “Existe uma vida antes e depois do convention, mas é equivocada a ideia de que a entidade fará o seu negócio acontecer. Estas ações criam oportunidade e antecipam resultado, que poderiam demorar de dois a três anos para acontecer. Ampliei meu leque de clientes apenas participando destas atividades”.
O entusiasmo não é por acaso. O modelo do evento é inspirado na boa experiência do Convention de Joinville e Curitiba (PR) e conta com apoio logístico do SEBRAE. “As empresas âncoras colocaram suas prioridades de serviços e a partir daí cruzamos as informações com os fornecedores. É uma estratégia bem focada no resultado com até 90% de geração de negócio, dentro de uma metodologia estabelecida pelo Sebrae. A rodada é um instrumento focado na demanda e oferta dos associados do Convention, por isso, dá certo”, explica Maria de Lourdes Heidenreich, gestora da rodada de negócios pelo SEBRAE.
Estar no lugar e hora certos têm todo sentido. Na sala de visita, enquanto aguardavam a próxima chamada da rodada, Fabrício de Almeida, da Imagem e Arte, desdobrava outro projeto com Ariel Eduardo Gonzalez, da Projetos Selecionados. Ana Trejes, gerente do núcleo de conteúdo da Orbital Filmes, aproveitou para posicionar o novo núcleo da empresa, criado especialmente para atuar na área de cobertura de eventos. “O espaço é uma abertura, temos qualidade para atender no setor de eventos, além dos serviços e produtos já conhecidos no mercado. Faltava anunciar ao trade”, conta. Testemunhos assim só deixam mais forte a certeza de dar continuidade à ideia. “Nossa meta é realizar a rodada todos os anos, posicionando as novas empresas associadas e criando um território qualificado de negócios”, pontura a diretora executiva do Floripa Convention, Juliana Castanho.

Foto: Luciana de Moraes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *