Hospedagens de Minas Gerais recebem classificação por estrelas

[Por Mtur, 15/03/2013]
Sete hotéis de Minas Gerais já receberam a classificação por estrelas do Ministério do Turismo, pelo Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de Hospedagem (SBClass). O programa visa padronizar os estabelecimentos brasileiros e garantir ao turista segurança, enquanto consumidor, de que o lugar que contratou para se hospedar corresponde à classificação correta.
As placas foram entregues aos seguintes empreendimentos: Ouro Minas Palace Hotel (hotel, 5 estrelas), em Belo Horizonte; Tauá Hotel e Conventions (resort, 4 estrelas), em Caeté; Pousada Contos de Minas (3 estrelas), em Mariana; Hotel Class (3 estrelas), em Guaxupé; Class Hotel (3 estrelas), em Passos; e dois estabelecimentos da AGM Hotelaria e Serviço, em Varginha (3 estrelas) e Alfenas (3 estrelas).
Desenvolvido pelo Ministério do Turismo em parceria com o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), o SBClass começou a ser implementado em setembro de 2012. A classificação por estrelas é feita exclusivamente pelo governo federal, com adesão voluntária pelos empresários, e representa um marco para a elevação da competitividade do turismo brasileiro. Existem hoje 30 meios classificados em todo o país: dez com cinco estrelas, sete com quatro, onze com três e dois com duas. Outros 97 estão em processo de classificação. Veja a lista completa dos estabelecimentos em: http://www.classificacao.turismo.gov.br/.
Além das visitas às cidades-sede dos megaeventos esportivos que o Brasil acolhe a partir deste ano, o Ministério do Turismo realiza uma operação proativa para contatar 2 mil hoteleiros para aderirem ao sistema de classificação. “Estamos conversando com as redes para acelerar os processos tanto para o SBClass como para o registro eletrônico, por conta dos grandes eventos e para a modernização do setor no Brasil”, diz Lummertz. “Os estados estão comprometidos a fazer mutirões para o SBClass e também para o registro eletrônico de hóspedes, com o apoio das entidades representativas do setor e das secretarias estaduais”, completa.
CIDADES-SEDE Durante as reuniões com os empresários das cidades-sede da Copa, o secretário e técnicos do MTur explicam a importância de a rede hoteleira aderir ao SBClass e ao Sistema Nacional de Registro de Hóspedes (SNRH) e tiram dúvidas sobre os programas. Também oferecem aos empresários uma forma facilitada de adesão ao SBClass, em que os avaliadores vão diretamente aos locais realizar a avaliação, de forma a acelerar a classificação nas sedes dos megaeventos.
As reuniões são promovidas pelo MTur em parceria com Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) Nacional, Fórum de Operadores e Hoteleiros do Brasil (FOHB), Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Associação Brasileira de Resorts (ABR) e entidades locais. Já aconteceram em São Paulo (20/2), Brasília (21/2), Rio de Janeiro (25/2), Recife (11/2) e Fortaleza (12/2). Em data ainda não definida, na semana que vem, ocorre a de Salvador, encerrando a rodada de discussões com as sedes da Copa das Confederações, além de São Paulo.