Abeoc Brasil e Sebrae lançam Programa de qualidade para empresas de Eventos

[Por Revista Hoteis, 21/03/2013]
Será lançado nacionalmente na próxima terça-feira (26), o Programa de Qualidade Abeoc Brasil – Qualificação em Gestão e Certificação de Micro e Pequenas empresas de Eventos, realizado em parceria com o Sebrae. O lançamento será realizado na sede da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em Brasília.
Este programa irá investir R$ 2,4 milhões até dezembro de 2014 e tem abrangência em 12 Estados — Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.
Segundo Anita Pires, Presidente da Abeoc Brasi, “A certificação através do Selo de Qualidade Abeoc brasil é o grande destaque do Programa, pois nosso setor ainda tem muitos aventureiros e empresas despreparadas, e o Selo de Qualidade vai trazer segurança para o cliente e o mercado na hora da escolher organizadores e prestadores de serviços. Há uma tendência mundial de certificação para garantia de qualidade, e as empresas que participarem do Programa e conseguirem o Selo de Qualidade terão um grande diferencial no mercado, pois uma certificação gera confiança nos clientes, garantia de serviços de melhor qualidade e visibilidade no mercado”, comentou.
Para a Gerente adjunta da Unidade de Serviços do Sebrae Nacional, Ana Clévia Lima, o Programa de Qualidade Abeoc brasil está estreitamente ligado ao objetivo do Sebrae de promover a competitividade. “É um projeto pioneiro, com proposta arrojada, pois abrange não só qualificação e capacitação, mas vai além, promovendo a certificação, fruto de uma ação que o Sebrae vai participar e mudará o perfil das empresas e a forma como elas se relacionam no mercado”, afirma. “Pela primeira vez o Sebrae realiza um projeto no segmento de eventos, que congrega volume significativo de pequenas empresas e é muito relevante no setor de serviços, com grande impacto na geração de trabalho e principalmente no volume de negócios”, complementa Ana Clévia.