Recorde nos financiamentos públicos para o turismo

[Por Mtur, 04/02/2013]
O volume de empréstimos dos bancos para as empresas da cadeia produtiva do turismo é o maior de todos os tempos. Em 2012, foram R$ 11,2 bilhões em operações de crédito, o melhor resultado desde 2003, quando o Ministério do Turismo começou a articular com as instituições financeiras a criação de linhas específicas para o setor.
Os desembolsos de Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco do Nordeste e Banco da Amazônia cresceram mais de 900% em 10 anos. Subiram de R$ 1 bilhão, em 2003, para os atuais R$ 11,2 bilhões, somando R$ 44,87 bilhões no período. Em 2011, a conta de empréstimos públicos para hotéis, transportadores, restaurantes, hotéis, locadoras e agências de turismo, entre outros, fechou em R$ 8,6 bilhões.
O maior financiador do setor em 2012 foi a Caixa, com participação de R$ 6,25 bilhões, seguida por Banco do Brasil, com R$ 2,27 bilhões. O BNDES, que opera a linha Pró Copa, voltada para construção e reforma de hotéis, participou com R$ 1,58 bilhão.