Salário médio dos gestores de viagens e eventos aumentou 3,4% em 2012

[Por Business Travel, 06/12/2012]
O salário base médio anual de 2012 dos gestores de viagens e eventos que trabalham nos Estados Unidos e no Canadá aumentou 3,4% em relação ao ano passado, para US$ 85,488, de acordo com pesquisa da Global Business Travel Association Foundation. A remuneração total média, incluindo bônus, entre os 529 participantes da pesquisa, ficou em US$ 93,232 por ano (R$ 22.531 x 13 meses pelo câmbio de ontem). Como os participantes da pesquisa deste ano reportaram um nível médio de compensação inferior aos US$ 101,736 informados no ano passado, a GBTA atribuiu esse declínio não à queda de remuneração, mas a uma base diferente de profissionais considerados em cada pesquisa.
Participantes da pesquisa com nível de diretor reportaram uma remuneração anual média de US$ 140,650 (+4,1%), de US$ 92,497 (+3,3%) para gestores com nível gerencial e de US$ 60,157 (+2,7%) para coordenadores de viagens e/ou eventos – todos com carga horária média de 46 horas semanais. Segundo a GBTA Foundation, entre os participantes 77% eram mulheres, mas uma proporção maior de homens exerciam os cargos hierárquicos mais elevados. Eram mulheres 89% dos coordenadores, 78% dos gerentes e 60% dos diretores. 87% dos participantes têm responsabilidade para administrar programas de viagens corporativas, enquanto o mesmo percentual negocia com fornecedores de viagens e 84% têm responsabilidade de desenvolver e administrar políticas de viagens.
Entre os gestores que participaram da pesquisa, 61% indicaram que gastavam “mais da metade de seus tempos” na “administração de viagens”. A Fundação destacou uma variedade de atribuições desses gestores em outras áreas, como o planejamento de eventos (43%), avaliação de novas tecnologias (79%) e o desenvolvimento de programas estratégicos de gestão de eventos (38%), entre outros. Os entrevistados se subordinavam mais às áreas de finanças (25%), compras (20%), recursos estratégicos (11%), administração (10%) e operações (9%). Eles indicaram que, em média, seus orçamentos domésticos 2012 de viagens e representações (T&E) aumentaram 12% em relação ao do ano anterior, enquanto os orçamentos internacionais de T&E cresceram 7%.