São Paulo é cidade candidata para sediar a Expo2020

A cidade de São Paulo apresentou formalmente nesta quinta-feira, durante a 152ª Sessão da Assembleia-Geral do Bureau Internacional de Exposições (BIE), em Paris, sua candidatura para sediar a Expo2020 – Exposição Universal de 2020. Com o tema “Força da Diversidade, Harmonia para o Crescimento“, a candidatura conta com apoio do Governo Federal, do Estado e da Prefeitura de São Paulo bem como de representativas organizações da sociedade civil. A feira funcionará durante seis meses — 15 de maio a 15 de novembro — e deve trazer cerca de 40 milhões de visitantes.

“A Associação Brasileira de Empresas de Eventos oferece todo o seu apoio a este importante evento mundial, pede a colaboração de todos os parceiros neste sentido para que mais um grande evento aconteça em nosso país e amplie ainda mais a visibilidade que os megaeventos já confirmadas estão proporcionando”, comenta a presidente da ABEOC BRASIL, Anita Pires. “Um evento deste porte é um grande gerador de riquezas para a cidade e com potencial para um enorme legado”, completa Anita.
Segundo o secretário-chefe da Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo, Sidney Beraldo, “um projeto como esse exige colaboração: entre entes federativos, setor privado, sociedade civil nacional e internacional. Para desenvolver esta iniciativa, todos estes agentes trabalharam e trabalharão em parceria para oferecer ao mundo a melhor Exposição Universal”, declarou o representante do governo paulista.
Além de São Paulo, estão no páreo Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, Izmir, na Turquia, Iekaterinburgo, na Rússia, e Ayutthaya, na Tailândia. Em março e junho os 161 delegados do BIE visitarão São Paulo para conhecer a cidade e em novembro de 2013 a candidatura vencedora será anunciada.
O Bureau Internacional de Exposições é organização intergovernamental instituída em 1928 para supervisionar exposições internacionais e administrar as Exposições Universais. O BIE conta com 161 Estados-membros com direito a voto nas eleições. O Brasil tem participado de todas as edições de Exposição Universal, desde 1851.

O local da feira

O local da São Paulo EXPO2020 está projetado para ser um pólo de atração para futuras feiras e eventos na América Latina. O evento será realizado no Centro de Convenções e Exposições de Pirituba, localizado na região noroeste de São Paulo. Serão mais de 1,6 milhões de m² de estandes construídos em uma área de 5,6 milhões de m² em Pirituba.
O novo centro de exposições fortalecerá o importante mercado e a posição de São Paulo como novo destino global: atualmente a cidade abriga 75% de todos os eventos e feiras setoriais realizadas no Brasil e ocupa a 12ª posição mundial em eventos internacionais.
A São Paulo EXPO também compreenderá um centro de conferências, uma área de exposições, um shopping center, hotéis, instalações e serviços. O acesso será facilitado por sua proximidade com grandes conexões de transporte, como a Rodovia Bandeirantes, o Rodoanel, as Marginais Pinheiros e Tietê. Uma nova linha de metrô será construída e uma nova estação será incorporada à linha 7.

Legado

A Expo 2020 deixará também um legado histórico na área educacional, cultural e política para os futuros estilos de vida das novas gerações. O tema central e os subtemas estão baseados na busca por oportunidades dos principais setores da atividade humana visando o crescimento sustentável e harmonioso.
Após os seis meses de duração do evento, as cidades-sede permanecem com um importante legado de revitalização de áreas urbanas degradadas, melhoria e transformação do transporte urbano, com crescimento de linhas de metrô e ônibus, e projetos de recuperação e preservação do meio-ambiente.
A revitalização, adequação e preservação de áreas urbanas são, portanto, fatores fundamentais no conjunto de benefícios que uma Expo poderá trazer para uma cidade como São Paulo. A última Expo foi realizada em Xangai e teve a participação de 190 países, 50 organizações internacionais e 73 milhões de visitantes.

Eventos marcantes

As exposições universais surgiram no século XIX e tinham como principal objetivo o lançamento de novos produtos, invenções e novidades nas áreas da ciência, arquitetura e tecnologia em geral, com contribuições do mundo inteiro. Ficaram conhecidas como “festas do progresso” e “espetáculos da modernidade”, verdadeiros megaeventos numa época em que o desenvolvimento humano começava a ficar intimamente ligado às inovações tecnológicas. Invenções tão comuns no nosso dia a dia, como o Telefone, o Telégrafo, o Elevador foram lançadas em exposições universais realizadas no século XIX. Marcos icônicos do mundo ocidental como a Torre Eiffel, em Paris, e o Palácio de Cristal, em Londres, foram construídos para as Exposições Universais.Site do evento: www.saopauloexpo2020.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *