Empresa norte-americana será a gestora da Arena da Baixada, em Curitiba

[Por Portal da Copa, 30/11/2012]
A empresa norte-americana AEG Facilities será responsável pela gestão da Arena da Baixada, em Curitiba. A parceria foi anunciada nesta quinta-feira (29.11) pelo Clube Atlético Paranaense. Arenas como Staples Center (Los Angeles), O2 (Londres) e O2 World (Berlim) são geridas pela AEG, que também opera estádios e centros de convenções e de negócios.
A previsão inicial é de que sejam realizados entre 200 e 250 eventos anuais no complexo, que também inclui a Arena Olímpica, localizada ao lado da Arena da Baixada. Curitiba será uma das sedes da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014, e vai receber quatro jogos válidos pela competição. O estádio terá capacidade para 43.981 pessoas em jogos de futebol, e para 60 mil espectadores em caso de shows. Além disso, a arena terá lojas, restaurantes, centro de convenções e estacionamento com 1200 vagas.
“A chegada da AEG como parceira na gestão da Arena do Atlético Paranaense nos dará a certeza que o complexo de entretenimento que o clube está entregando a cidade de Curitiba terá utilização plena o ano todo. A AEG trará a expertise na captação de eventos de toda a ordem – musicais, culturais, coorporativos – dando ao clube a certeza de receitas importantes e a utilização do complexo, de fato, como multiuso”, disse o presidente do Atlético Parananense, Mario Celso Petraglia.
O acordo firmado prevê controle de 100% das receitas geradas em todo o complexo para o clube rubro-negro. Verbas de shows, bilheterias de jogos de futebol ou qualquer outro lucro a partir da utilização das Arenas serão integralmente do clube. A AEG será remunerada pela prestação de serviços como gestora da Arena Multiuso e da Arena Olímpica, nas vendas de patrocínios internacionais e captação de shows e eventos.
Outubro2012

Estádio, que vai receber quatro jogos da Copa do Mundo, está com 52,39% das obras de reforma concluídas
Obras em andamento
Com previsão de conclusão das obras para junho de 2013, a Arena da Baixada já alcançou 52,39% das obras concluídas. As intervenções estão sendo feitas, simultaneamente, em vários setores, com demolições, terraplanagem e construções de vigas, blocos e lajes. O estádio contará com captação de energia solar e reutilização de águas pluviais e possuirá teto retrátil que levará cerca de 15 minutos para abrir ou fechar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *