Embratur e setor de turismo carioca debatem megaeventos

[Por Mercado e Eventos, 11/07/2012]
O diretor de Mercados Internacionais da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Marcelo Pedroso, representando o presidente Flávio Dino, apresentou hoje (11/07), durante a 41ª Reunião Ordinária do Conselho Estadual de Turismo do Rio de Janeiro, a “Pesquisa de Percepção do Brasil por Estrangeiros Durante a Rio+20”.
“Este Conselho reúne os principais atores do turismo do estado do Rio de Janeiro e dez membros do Conselho Nacional de Turismo, e por isso, é de fundamental importância que eles conheçam os resultados da pesquisa, que devem servir de instrumento para alinhar os preparativos para os próximos grandes eventos que serão realizados no Rio de Janeiro e no Brasil”, disse Marcelo Pedroso.
Pedroso ressaltou que foram entrevistadas 228 pessoas de 42 países entre aqueles de regiões com maior percentual de emissão de turistas para o Brasil, ou seja, América do Sul, América do Norte e Europa. “A pesquisa buscou saber o que eles acharam dos atrativos e serviços turísticos oferecidos pelo país. O objetivo é definir quais os pontos fortes e quais os desafios que ainda restam para a organização dos próximos megaeventos”, explicou aos conselheiros.
Em relação a infraestrutura, o diretor da Embratur disse que “hotelaria, aeroporto, limpeza pública, segurança, serviços de taxi têm boas avaliações. Já os serviços de telefonia e internet, sinalização turística e trânsito merecem atenção.”
Sobre a imagem do Brasil como anfitrião, a pesquisa revela que as belezas naturais, a personalidade do brasileiro e a hospitalidade são as características nacionais mais marcantes para os participantes do evento. Sobre os serviços e infraestrutura turística apresentados pelo país, 81% dos visitantes estrangeiros disseram acreditar que o país já está ou estará preparado para sediar os megaeventos programados para acontecer nos próximos anos.
Quando perguntados sobre a visita ao país, 68% disseram que a experiência correspondeu ou superou as expectativas. Dos entrevistados, 59% ressaltaram que a imagem que tinham do Brasil melhorou após a visita. E quando perguntados sobre o interesse de retornar, 97% responderam que pretendem voltar.
No entanto, quando perguntados sobre “O que o Brasil tem de mais negativo como destino turístico?”, a principal resposta (com 24%) foram os preços. Por isso, a Embratur criou, por portaria, uma Pesquisa Internacional de Preços da Hoteleira, com o objetivo de monitorar a competitividade do setor frente a outros países e estudar medidas de estímulo ao setor, se necessárias.
Preparativos para os megaeventos
Durante sua apresentação, Pedroso reforçou que a pesquisa mostra que o trabalho de preparação para os megaeventos está no caminho correto e aponta alguns itens em que é necessário reforçar as ações. “Como afirmou o presidente Flávio Dino, neste momento, é importante ter instrumentos que avaliem o trabalho realizado até hoje e qual direção devemos tomar para atender cada vez melhor o turista. O Brasil tem uma agenda positiva pela frente, que inclui a Copa do Mundo FIFA 2014 e os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016, e a imagem do país que ficará após esses eventos será um de nossos principais legados para o mundo”, disse o diretor.
Projeto Goal to Brasil
Durante sua participação na 41ª Reunião Ordinária do Conselho Estadual de Turismo do Rio de Janeiro, Marcelo Pedroso também falou sobre as últimas ações realizadas pela Embratur, entre elas a realização do projeto “Goal to Brasil”, que consiste em 14 eventos realizamos em 12 países em que o Brasil será o tema central.
A cada encontro, além dos destinos brasileiros estarem em destaque, uma cidade-sede será anfitriã. A primeira edição aconteceu na última quinta-feira (05/07) em Santiago, no Chile, e teve Brasília (DF) como anfitriã. “A ideia é apresentar ao mundo, com riqueza de detalhes, o que cada estado tem de melhor em sua gastronomia, cultura, música e atrativos turísticos. Além disso, mostrar os atrativos das cidades-sede e a capacidade de receber uma Copa do Mundo”, disse Pedroso.