“Top 10” do ranking ICCA por país e cidades das Américas e do Brasil

A ICCA – International Congress and Convention Association divulgou ontem seu ranking anual, com o número de eventos internacionais captados por países e por cidades (veja Hot News de ontem). O ranking ainda não foi disponibilizado para a imprensa, mas a Embratur divulgou ontem a posição do Brasil e através de informações de CVB’s foi possível montaro os “Top 10” por países, cidades das Américas e cidades do Brasil. O Brasil subiu duas posições, de 9º para 7º colocado no mundo – sendo o único país da América Latina entre os 10 primeiros do mundo. Ao todo, o país recebeu 304 eventos classificados como internacionais segundo os critérios da ICCA – só eventos itinerantes, com periodicidade fixa, que já tenha sido realizado pelo menos três vezes e que tenha um mínimo de 50 participantes -, o que representou um crescimento de 10% em relação ao ano anterior, quando foram realizados 275 eventos.
No ranking por país não houve mudanças até a 6a posição e o Brasil tomou o 7o lugar que foi do Japão em 2010 e que saiu dos “Top 10” neste ano. A China manteve a 8a posição e as duas últimas ficaram com Holanda e Áustria, tirando também a Suíça, que no ano passado ocupou a 10a colocação. No ranking por cidades das Américas, Buenos Aires manteve a liderança e o Rio de Janeiro ficou com o segundo lugar, invertendo a posição com São Paulo, que ficou em terceiro. Sobre o ranking de cidades brasileiras, leia o próximo Hot News de hoje. Veja os “Top 10” por país e das Américas nos quadros abaixo:

ICCA 2011 = “TOP 10” POR PAÍS

RANKING

PAÍS

Nº de

EVENTOS

EUA

759

Alemanha

577

Espanha

463

Reino Unido

434

França

428

Itália

363

Brasil

304

China

302

Holanda

291

10º

Áustria

267

 

 

ICCA 2011 = “TOP 10” AMÉRICAS

RANKING

CI DADE

Nº de

EVENTOS

1o

Buenos Aires

94

2o

Rio de Janeiro

69

São Paulo

60

4o

Vancouver

55

5o

Cidade do México

51

Washington

51

Montreal

50

8o

Santiago

49

9o

Bogotá/Boston

44

10º

Lima/Toronto

44

Fonte: ICCA

[Por Business Travel Magazine, 10/05/2012]
Rio de Janeiro ultrapassa São Paulo no ranking da Icca
Apesar de São Paulo ser, tradicionalmente, líder quando se fala em eventos internacionais, o ranking divulgado pela Icca (International Congress and Convention Association) esta semana mostrou uma mudança: o Rio de Janeiro está em primeiro lugar entre as cidades brasileiras que mais sediaram congressos e convenções estrangeiras em 2011.
“Conseguimos voltar a ocupar o topo do ranking no Brasil, no qual estivemos pela última vez em 2005. Ficamos extremamente felizes com esta conquista, que comprova que estamos trabalhando no caminho certo para tornar a cidade uma referência mundial no turismo de negócios e eventos”, diz Antonio Pedro Figueira de Mello, secretário de Turismo do Rio e presidente da Riotur (Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro).
A capital fluminense sediou, ano passado, 69 eventos e ocupa agora a 27ª posição no ranking mundial. “Nosso objetivo é trilhar o mesmo caminho de sucesso de Sydney, que recebeu os Jogos Olímpicos em 2000”, completa Mello. Na colocação por países, o Brasil passou de 9° para 7° colocado.
[Por Hôtelier News, 10/05/2012; publicado também por Mercado e Eventos, 10/05/2012]
Paulo Senise comemora posição do Rio no ranking da ICCA
O Rio de Janeiro fechou 2011 como a cidade brasileira que mais recebeu congressos e convenções internacionais, passando São Paulo, que desde 2005 figurava como líder do ranking nacional. Ao todo foram 69 eventos realizados no Rio contra 60 na Em São Paulo. Considerando apenas a América, a cidade subiu para segunda posição, ficando atrás apenas de Buenos Aires. No ranking geral, o Rio subiu da 31º para 27º posição entre os principais destinos para eventos internacionais.
Para o superintendente do Rio Convention & Visitors Bureau, Paulo Senise, o crescimento é resultado da estabilidade econômica aliada à realização da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos na cidade. Senise observa ainda que 2011 foi excelente para a cidade. Somente o Rio C&VB apoiou a captação, no ano passado, do número recorde de 29 eventos (nacionais e internacionais) para serem realizados na cidade, contra 24 em 2007. Já em comparação com 2010, houve um crescimento de mais de 50% na captação de eventos pelo Rio C&VB, que resultou em uma receita de US$ 41 milhões e na vinda de mais de 38 mil turistas à Cidade Maravilhosa.
“Os investimentos que a cidade vêm recebendo estão atraindo a atenção dos organizadores de feiras, congressos e seminários. Só em 2011, o turismo de eventos gerou ao todo mais de US$ 160,5 milhões de renda para o Rio e trouxe mais de 165 mil visitantes”, explica Senise.
A tendência é de que alta permaneça em função dos investimentos em infraestrutura que a cidade vem recebendo e da aproximação dos grandes eventos internacionais. Somente em 2011 a média foi de dez eventos por mês. Segundo o Rio Convention & Visitors Bureau a área de medicina foi a que mais atraiu eventos o Rio de Janeiro em 2011. O setor respondeu por 33% dos congressos, conferências e feiras que aconteceram na cidade ao longo do ano. E a previsão é de que o cenário não mude em 2012.
[Por Mercado e Eventos, 10/05/2012]
Florianópolis está entre os TOP 5 no ranking ICCA
Acaba de ser divulgado o ranking da Associação Internacional de Congressos e Convenções (ICCA – International Congress & Convention Association), apresentando Florianópolis como um dos quatro destinos mais procurados para realização de eventos internacionais. O resultado foi comemorado pelo Florianópolis e Região Convention & Visitors Bureau, entidade que trabalha com afinco para a quebra da sazonalidade, captando eventos para a cidade e garantindo o movimento com o turismo de negócios o ano inteiro.
“Isso é uma excelente notícia”, comemora Eugênio Neto, presidente do FC&VB, “porque conseguimos nos manter entre os top cinco do Brasil, na frente de destinos muito importantes, como Porto Alegre e Foz do Iguaçu”, comenta com satisfação. Florianópolis perde apenas para Rio de Janeiro (69 eventos), São Paulo (60), Salvador (17) e divide a quarta posição com Brasília (13 eventos). “Esse é o resultado do trabalho de captação desenvolvido pelo Convention e seus associados. Temos um excelente produto e estamos sendo reconhecidos como tal”, analisa Juliana Castanho, diretora executiva do Convention.
O relatório da ICCA apresenta também o número de eventos captados por cada país. Este ano, o Brasil – que estava em nono lugar -, aparece na sétima colocação, contabilizando 304 eventos classificados como internacionais, de acordo com os critérios da ICCA. Segundo informações da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), isso representa um crescimento de 10% em relação a 2011, quando o país recebeu 275 eventos.
[Por Florianópolis CVB, 10/05/2012]
 
Pernambuco se consagra entre os três principais polos para feiras e congressos internacionais no Brasil
Pernambuco consagra-se como um dos mais relevantes destinos para a realização de eventos internacionais no Brasil. Isso é o que aponta o recém divulgando ranking anual da ICCA (International Congress And Convention Association), entidade que gerencia o maior e mais respeitado banco de dados sobre eventos internacionais no mundo. Das dez cidades brasileiras que mais receberam eventos padrão ICCA, Recife e Porto de Galinhas, juntas, colocam o estado em terceiro lugar no país em eventos internacionais. Com um público de 14.500 turistas e acompanhantes e um gasto médio diário em torno de 285 dólares, a realização desses encontros geraram 72.500 diárias nos equipamentos hoteleiros da região e um impacto na economia acima de 20 milhões de dólares.
Recife superou em número de eventos internacionais realizados com o padrão ICCA a marca atingida no ranking anterior em 30%. E agora, Porto de Galinhas passa a figurar entre os dez principais destinos para feira e congressos internacionais no Brasil, empatando no ranking com cidades já conceituadas a exemplo de Campinas”, diz Paulo Menezes, presidente do Recife Convention & Visitors Bureau, entidade que tem no seu raio de atuação as cidades do Recife e Olinda, Interior do Estado, Litoral Norte e Sul e Fernando de Noronha. “Somando um total de 17 eventos internacionais realizados em 2011, o desempenho pernambucano no ranking é o melhor de todos os tempos”, complementa Paulo.
A ascensão do Brasil e de Pernambuco no ranking da ICCA é um reflexo da atual situação econômica do país e de nosso Estado. No nosso caso específico, a satisfação é dupla, uma vez que Recife e Porto de Galinhas figuram entre os dez principais destinos em eventos internacionais e, juntos, colocam Pernambuco entre os três principais polos de eventos internacionais”, assegura Alberto Feitosa, secretário de Turismo de Pernambuco.
Paulo Menezes destaca ainda a parceria com a EMBRATUR e as Secretaria de Turismo do Recife e de Pernambuco na catação de eventos internacionais para o estado. “Esse resultado é fruto de parcerias com a EMBRATUR e as Secretaria de Turismo do Recife e de Pernambuco, que nos possibilita a realização de um trabalho constante e profissional, que inclui captação de eventos internacionais e participações em eventos mundiais com objetivo de divulgar os destinos turísticos pernambucanos. Vale ressaltar que figurar em posição privilegiada nessa seleta lista credencia o estado como referência para a realização de eventos no mundo”.
Para o secretário de Turismo do Recife, André Campos, a notícia reflete o bom momento vivenciado pela cidade. “Estamos em um momento positivo no turismo e economia da cidade, que se destaca como uma metrópole de serviços de destaque no Nordeste. Temos investido muito na capacitação profissional e no bem receber, além de projetos de sensibilização turística e promoção, o que certamente contribui para que os turistas venham, saiam satisfeitos e recomendem o destino ou retornem em suas viagens de lazer depois de visitar a cidade para um congresso”.
Segmentos: Em 2011, os segmentos de eventos que aconteceram no estado com padrão ICCA foram os mais diversos, onde se podem incluir encontros nas áreas de saúde, tecnologia, educação, entre outros.
[Por Revista Eventos, 10/05/2012; publicado também por Revista Hotéis, 10/05/2012; Mercado e Eventos, 10/05/2012]
Salvador lidera em eventos internacionais no Norte e Nordeste
Salvador volta a reafirmar sua liderança como a cidade do Norte e Nordeste do Brasil a sediar maior número de eventos internacionais, em 2011. A capital baiana abrigou, nesse período, 17 congressos de caráter mundial, a maior parte deles realizados na cidade com apoio do Convention Bureau de Salvador e Litoral Norte. A informação foi divulgada pela ICCA (International Congress & Convention Association), principal entidade internacional do setor de eventos.
A capital baiana fica atrás apenas do Rio de Janeiro (69 eventos) e São Paulo (62), mas à frente de Brasília, que ocupa a quarta posição, com 13 eventos. Outra boa notícia é que o Brasil saiu da nona para a sétima colocação entre os países a sediar mais eventos internacionais, com 307 congressos, em 2011, superando a China e a Holanda.
[Por Jornal de Turismo, 10/05/2012]

1 thought on ““Top 10” do ranking ICCA por país e cidades das Américas e do Brasil”

  1. (…)…”A capital baiana fica atrás apenas do Rio de Janeiro (69 eventos) e São Paulo (62),”….TÁ ERRADA A MATÉRIA: São Paulo só teve 60 eventos internacionais e não 62 como está escrito…Já tão começando a roubar nas contas…..kakakka….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *