Accor apresenta seu novo diretor para a América Latina

[Por Revista Hotéis, 01/02/2012]
Patrick Mendes terá o desafio de comandar a expansão das marcas Mercure, Pullman e MGallery no Brasil e América Latina
A rede Accor promoveu agora à pouco uma coletiva com a imprensa especializada do trade no hotel Pullman São Paulo Ibirapuera para apresentar oficialmente o franco-lusitano Patrick Mendes, que chegou ao Brasil há três semanas atrás para a assumir a Diretoria de operações das bandeiras Mercure, Pullman e MGallery para a América Latina. Ele substitui o também francês Patrick Vaysse que deixou a Accor recentemente para prestar serviços de consultoria. Mendes é diplomado na escola hoteleira de Talence e titular de um Master de Gestão pela Université de Savoie e de um MBA pelo I.A.E.-Aix-en-Provence, ambas situadas na França. Ele iniciou sua carreira em redes internacionais (IHG-Holyday Inn, Lucien Barrière/Accor e Forte) e em hotelaria independente, tendo ingressado na Accor em 1993, quando ocupou diferentes responsabilidades na França e em Portugal na divisão de serviços. Em 2004, Mendes passou a integrar as equipes de distribuição hoteleira onde exerceu desde 2008 as funções de diretor de vendas globais da Accor.
Com esta grande bagagem profissional Mendes terá o desafio de consolidar e expandir a marca Mercure e Pullman na região, e avaliar as oportunidades de mercado para trazer e implementar diversas marcas do grupo ainda inéditas na região, como MGallery, marca upscale da Accor que já possui 41 hotéis no mundo. “O Ibis por questão de estratégia mundial continuará sendo a grande marca de expansão no mundo e consequentemente no Brasil, mas a Mercure continuará sendo uma marca muito forte e em franco crescimento. Chego num momento muito oportuno no Brasil em que a hotelaria acompanha a forte expansão econômica do País e temos perspectivas muito boas de crescimento das marcas Mercure, Pullman e MGallery nos próximos anos, assim como a marca Grand Mercure, que foi a conversão recente do Sofitel São Paulo”, destacou Mendes.
Uma novidade que Mendes não detalha muito é o projeto de qualidade Mercure que em breve estará sendo lançado no mercado, mas ele já adianta que a tematização das unidades continuará. Outro suspense que Mendes faz é em relação a entrada da marca MGallery no Brasil, pois é um conceito boutique, que necessita entre outras características ter: uma localização vislumbrante, como exemplo, o alto de uma montanha, edificação histórica ou que tenha sido palco de um grande acontecimento. “Estamos com um projeto de desenvolvimento bastante adiantado desta bandeira no Brasil e nossa expectativa é de ter cerca de dez unidades nos próximos anos. Cidades como Recife, Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo está nas prioridades”, assegura Mendes.
Em relação aos desafios que o cargo exige, Mendes se mostra bastante motivado e destaca que entre as prioridades na bandeira Mercure estão: a continuação do plano de expansão, a renovação das unidades que hoje já são cerca de 60% e a intensificação na qualificação da mão-de-obra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *