Ministro do Turismo reúne Conselho Nacional de Turismo na CNC

[Por CNC, 22/05/2012]
O ministro Gastão Dias Vieira compareceu à sede da CNC, em Brasília, em 21 de maio, para participar da 35ª Reunião do Conselho Nacional de Turismo (CNT), do Ministério de Turismo (MTur), que tem como objetivo oferecer apoio ao Ministério para desenvolver o turismo brasileiro como importante vetor de geração de renda e diminuição das desigualdades sociais do país.
Após listar as conquistas recentes do setor, como os recordes alcançados em 2011 na receita cambial, chegada de estrangeiros e desembarques domésticos, Gastão Vieira apontou os desafios enfrentados por sua pasta, como o déficit na receita cambial e os gargalos na competitividade do turismo nacional. E defendeu um esforço conjunto, de todos os segmentos do setor, como estratégia para superar os desafios. “A nossa maior aposta é no aumento da competitividade. A tarefa é enorme e ninguém, governo ou empresa, poderá realizá-la sozinho. Precisamos permanecer unidos”, afirmou o ministro. Segundo ele, a desoneração da cadeia produtiva, principal pauta do ministério junto com a área econômica do governo, é atualmente um caminho para buscar a solução desses problemas.
Gastão também falou da participação do MTur em eventos que acontecerão durante a Rio +20 e anunciou que a minuta do decreto que institui o Plano Nacional de Turismo (PNT) 2012-2015 já está em fase de aprovação na Casa Civil. O decreto é a norma que confere legalidade ao PNT. O documento traz as diretrizes, objetivos e metas a serem alcançados pelo MTur nos próximos anos.
Infraestrutura
O secretário de Programas de Desenvolvimento do Turismo do MTur, Fábio Rios, anunciou que o MTur está investindo R$ 3 bilhões em obras de infraestrutura em todo o país. São oito mil contratos de repasse destinados a intervenções em estados e municípios para melhorar a recepção a turistas.
“Teremos ainda neste primeiro semestre a liberação de R$ 116 milhões para financiar obras nas 12 cidades-sede da Copa de 2014”, anunciou o secretário. Segundo ele, os recursos serão aplicados na construção de Centros de Atendimento ao Turista, sinalização turística e obras de acessibilidade.
Representando o presidente da CNC, participou Luis Carlos Nigro, suplente da entidade no Conselho. Também participaram o presidente da Federação Nacional de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (FNHRBS), Alexandre Sampaio; o gerente de Projetos Estratégicos do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Antônio Henrique Borges; o presidente da Embratur, Flávio Dino; o presidente da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados, Deputado José Rocha, entre outros.