ABEOC-SC apresenta relatório inédito sobre a Infraestrutura de Blumenau para o turismo de eventos

[Por Abeoc-SC, 25/05/2012]
Nesta quinta-feira foi apresentada pela Diretoria da Associação Brasileira de Empresas de Eventos – Santa Catarina (ABEOC-SC) o Inventário sobre a Realidade Regional para o Turismo de Eventos em Blumenau. O Seminário de Capacitação e Profissionalização do Turismo ocorreu na noite desta quinta-feira, na Furb.
Hoje o turismo de eventos ou turismo de negócios como também é chamado está na segunda posição entre os itens que motivam os passeios, ficando atrás apenas das viagens de lazer. E o Brasil já ocupa o sétimo lugar no ranking dos países que mais sediaram eventos no mundo em 2011, liderando como destino internacional para eventos entre os países da América Latina de acordo com o relatório anual da Associação Internacional de Congressos e Convenções (ICCA).
“Esta pesquisa é uma iniciativa pioneira no Brasil, nosso objetivo é que ela sirva como fonte de pesquisa para que as empresas organizadoras de eventos conheçam o potencial das nossas cidades e possam escolher uma delas para sediar seus eventos com toda a segurança no que se refere à infraestrutura”, explica o Presidente da ABEOC-SC, Marco Aurélio Floriani. Segundo Floriani, as principais cidades catarinenses precisam estar preparadas para receber este turista que, em média, gasta três vezes mais que o de temporada e injeta recursos consideráveis para o município, direta e indiretamente.
Entre os dados apresentados na pesquisa um dos que mais chamou a atenção foi a capacidade de hospedagem, somando os leitos disponíveis em Blumenau e Gaspar são mais de 5.000 nos 42 meios de hospedagem pesquisados. No que diz respeito aos ambientes para realização de eventos a cidade conta com 40 espaços além das 60 agências de turismo.
O evento contou também com a participação do Presidente da Santur, Valdir Walendovski. Na ocasião ele falou sobre a importância do Estado contar com pesquisas nesta área, que é carente de números, apresentou a palestra Santa Catarina: uma Terra de Encantos no Sul do Brasil e o vídeo criado pelo Santur que divulga as belezas do Estado pelo mundo.
O inventário que também foi feito para as cidades de Florianópolis e Chapecó será apresentado nos dias 14 e 28 de junho respectivamente.
SOBRE O TURISMO DE EVENTOS NO BRASIL E NO MUNDO
# O Brasil subiu duas posições, chegando ao sétimo lugar no ranking dos países que mais sediaram eventos no mundo em 2011 segundo a Associação Internacional de Congressos e Convenções (ICCA). Ao todo, o país recebeu 304 eventos classificados como internacionais, o que representou um crescimento de 10% em relação ao ano anterior, quando foram realizados 275 eventos.
# O Brasil figura agora como único país da América Latina entre os 10 primeiros colocados no ranking da entidade internacional. O crescimento de eventos captados pelo país foi de 390% desde 2003. O relatório da ICCA revela também que subiu de 48 para 57 o número de cidades brasileiras que receberam congressos e convenções internacionais no ano passado.
# Os estrangeiros que vieram ao Brasil a negócios, em 2010, deixaram no país cerca de US$ 120,00 por dia. Foi o maior gasto médio per capita registrado desde 2004, início da série histórica, segundo revela o Estudo da Demanda do Turismo Internacional no Brasil divulgado pelo Ministério do Turismo. As viagens motivadas pelo lazer correspondem a 46,1% do total. Já os estrangeiros interessados em negócios, eventos e convenções foram 23,3%.
# O turista de eventos gasta em média três vezes mais que o de temporada. A permanência fica entre três ou quatro dias, mas é o suficiente para injetar na economia da capital dos catarinenses mais de R$ 100 milhões anualmente.
# Em eventos internacionais realizados no Brasil, o gasto médio diário do turista é de R$ 583,00. Deste total, 45% são destinados a hospedagem.
# De acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT), um evento internacional pode demandar serviços de mais de 50 segmentos da economia, como transporte, hospedagem, lazer, alimentação, comércio e demais serviços especializados que um evento pode demandar ou oferecer.
# O segmento gera 7 milhões de empregos diretos e indiretos, e envolve 80 milhões de participantes no Brasil e o crescimento anual é de 7% ano.
Visualize abaixo ou clique para fazer download do Inventário apresentado
[pdf issuu_pdf_id=”120529144850-b0efaceb109f44c5ad02d46f145feb13″ layout=”1″ width=”600″ height=”480″ bgcolor=”FFFFFF” allow_full_screen_=”1″ flip_timelaps=”6000″ ]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *