CET apresenta projetos para 2012 e novas participações

[Por CNC, 07/03/2012]
A primeira reunião em 2012 da Câmara Empresarial de Turismo (CET), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), foi marcada por novidades e pelo alinhamento das ações futuras do grupo. O encontro aconteceu dia 7 de março, na sede da Confederação no Rio de Janeiro.
Um das novidades foi o anúncio, feito pelo Coordenador da Câmara, Alexandre Sampaio de Abreu, de que a CNC estuda a melhor forma de realizar uma pesquisa setorial de turismo, de alcance nacional, para traçar um cenário que contemple as principais questões dos diversos segmentos que, direta ou indiretamente, impactam a atividade turística.
A reunião também marcou a chegada à Câmara de Antonio Azevedo, presidente da Abav Nacional (Associação Brasileira das Agências de Viagens). “O sucesso do turismo só se dá com a sinergia entre os setores público e privado. Nosso entendimento é de que pelas mãos das entidades podemos alcançar mais resultados concretos e objetivos. Estou aqui para ajudar a desenvolver o setor nacional e as questões da área”, disse Azevedo. “A chegada de Azevedo inaugura uma nova relação da Abav com a CNC. Temos grandes expectativas”, afirmou Alexandre Sampaio.
O coordenador da Câmara destacou também que a agenda básica do grupo para este ano vai priorizar temas como as relações trabalhistas no turismo e a desoneração tributária para as atividades do setor. Além disso, Sampaio afirmou que serão agendadas reuniões com parlamentares como o deputado federal Bala Rocha (PDT/AP), que assumiu a presidência da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados (CTASP).
Alexandre Sampaio apresentou ainda, durante a reunião, Luis Carlos Oliveira Nigro, representante da Fecomércio-MT que será o suplente de Antonio Oliveira Santos, presidente da CNC, no Conselho Nacional de Turismo (CNT) e coordenador substituto da CET.
Outro ponto debatido pelos membros da Câmara Empresarial de Turismo foi a participação da iniciativa privada no CNT, vinculado ao Ministério do Turismo. Sávio Neves, presidente da Estrada de Ferro Corcovado, afirmou que a atuação dos empresários dentro do Conselho deve marcar um posicionamento político a favor da atividade, mas não partidário, no sentido de apresentar a governo e parlamentares uma pauta focada nas prioridades para o trade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *