RCVB e ABIH-PE fazem evento para fomentar turismo corporativo

[Por Hôtelier News, 13/12/2011]
Na noite desta terça-feira (13/12), o RCVB (Recife Convention e Visitors Bureau) e a ABIH-PE (Associação Brasileira da Indústria dos Hotéis de Pernambuco) realizaram, no hotel Unique, em São Paulo, a apresentação de seu projeto Pernambuco Bom Para Receber seu Negócio, destinado a empresários e imprensa da capital paulista. O projeto, organizado pelas intituições pernambucanas, tem como objetivo atrair grupos de eventos que queiram organizar encontros em terras pernambucanas.
Houve apoio da Secretaria de Turismo da Prefeitura de Recife, da Secretaria de Turismo do Estado do Pernambuco, do Sebrae e da Empetur. Antes da cerimônia oficial, houve coquetel de recepção, seguido por uma apresentação do destino Pernambuco – conduzida por Gilberto Freyre Neto -, uma mostra gastronômica – com especiarias preparadas pelos chefs César Santos e Douglas Van Der Ley – e um show do músico pernambucano Alceu Valença.
“Este projeto, que começou em 2010, tem a intenção de mostrar o destino ao público e, desta forma, atrair grupos de incentivo, que escolham nosso estado como anfitrião de seus eventos, convenções e viagens”, explica Paulo Menezes, presidente do RCVB, ainda no coquetel de recepção.
Durante a cerimônia de apresentação, mostrando-se mais confiante, Menezes revela outros detalhes: “Queremos que os empresários desta cidade apostem em Pernambuco. Este é apenas o primeiro passo do que temos a mostrar. Numa próxima ocasião apresentaremos nossos associados aos empresários. Eles verão que temos profissionais preparados para recebê-los”, garante.
O presidente explica que a área metropolitana da capital pernambucana já está colhendo os frutos da iniciativa. Segundo ele, o número de turistas oriundos de compromissos corporativos na região cresce mês a mês e ainda tem potencial para resultados mais elevados.
Hotelaria sem sazonalidade
A tese de Menezes é reiterada por Carlos Lins Braga, secretário executivo de Turismo da Prefeitura de Recife. “A rede hoteleira de Recife não sentiu sazonalidade no ano de 2011. Tivemos 85% de ocupação média durante todo o ano. Muito deste resultado é relacionado diretamente ao público corporativo que ocupa os hotéis da cidade”.
De acordo com Braga, o problema que pode ser apontado no setor hoteleiro de Pernambuco é a quantidade insuficiente de leitos para o tamanho da demanda que o estado tem. O secretário alega que, para suprir a grande procura, novos hotéis e inclusões de outros apartamentos em empreendimentos já existentes viram solução para a problemática do destino.
Uma cajadada só
Representante de uma das organizadoras do evento, Eduardo Costa Cavalcantti, presidente da ABIH-PE, salientou a assertividade da realização do evento em São Paulo. “Estamos tendo a oportunidade de mostrar aqui, hoje, em apenas uma noite, muito do Estado que estamos representando. É uma ação pontual e cirúrgica que fala ao público certo sobre o tipo de produto que precisam e num tempo curto”, argumenta.
Cavalcantti considera que Pernambuco, e principalmente a região metropolitana de Recife, estão preparados para receber turistas não só do público corporativo, mas também do segmento de lazer, e não somente provenientes de São Paulo, mas de todos os estados brasileiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *