Mato Grosso terá investimentos de R$ 100 milhões

[Por Brasilturis, 02/09/2012]
Verbas serão aplicadas na urbanização e infraestrutura turística de 13 municípios. Os recursos foram aprovados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e serão liberados por meio do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur). O investimento representa 40% do aporte total de R$ 250 milhões, pleiteado pelo governo do Estado e já confirmado.
Outros R$ 37,991 milhões estão reservados para melhoria e modernização de 10 aeroportos regionais. Rondonópolis (R$ 19,511 milhões), Juara (R$ 4,716 milhões), São Félix do Araguaia (R$ 3,410 milhões), Barra do Garças (R$ 2,030 milhões), Diamantino (R$ 1,890 milhões), Tangará da Serra (R$ 1,710 milhões), Pontes e Lacerda (R$ 1,422 milhões), Cáceres (R$ 1,010 milhões), Juína (R$ 910 mil) e Alta Floresta (R$ 470 mil).
Todas as obras serão iniciadas após o encerramento do período eleitoral, sendo que o maior desembolso para as ações de urbanização será destinado ao município de Nobres (R$ 18,516 milhões) e inclui a revitalização da Gruta da Lagoa Azul.
Outros municípios contemplados bos recursos para urbanização são Cáceres (R$ 15 milhões), Chapada dos Guimarães (R$ 14,814 milhões), Cuiabá (R$ 9,780 milhões), Poconé (R$ 8,700 milhões), Várzea Grande (R$ 7,253 milhões), Tangará da Serra (R$ 6,319 milhões), Rondonópolis (R$ 5,635 milhões), Santo Antônio do Leverger (R$ 5,600 milhões), Barra do Garças (R$ 4,014 milhões), Barão de Melgaço (R$ 3,847 milhões), Rosário Oeste (R$ 1,003 milhão) e Jaciara (R$ 400 mil).
Para a capital de Mato Grosso, a visita dos técnicos do BNDES em agosto garantiu a liberação dos recursos para adequação na orla do rio Cuiabá, na região da comunidade São Gonçalo, bem como a revitalização da Praça Central do Coxipó do Ouro e do Morro da Luz. Pela prefeitura municipal serão aplicados mais R$ 3,170 milhões, informou a secretária de Turismo, Tânia Barteli, com dois pontos de atendimento ao turista (na Praça Popular e no Coxipó do Ouro) e na sinalização e revitalização de 7 pontos turísticos da capital (Morro da Caixa D”água Velha, Museu da Imagem e do Som (Misc), Centro Geodésico, Palácio da Instrução, Parque Mãe Bonifácia, Mercado do Porto e Museu do Rio).
A secretária informou também que na próxima semana será retomada a reforma do Centro de Atendimento ao Turista na Praça Rachid Jaudy.
Na cidade de Nobres, a propriedade adquirida pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), destinada à construção de um resort, em Rosário Oeste, na divisa com o Distrito de Bom Jardim terá aplicações de estrutura, e a Votorantim Cimentos vai construir um espaço para visitação numa cachoeira, a 10 quilômetros da cidade.
De acordo com a secretaria de Turismo, o município possui cerca de 20 atrativos turísticos, sendo a gruta da Lagoa Azul uma das opções que mais desperta o interesse dos visitantes, apesar de estar interditada há mais de 10 anos.