5 tendências do setor de eventos para observar em 2020 – Por Kai Hattendorf, CEO da UFI

O ano de 2019 está chegando ao fim e a segunda década do século ficará para trás. É a hora de se preparar para entrar na década de 2020!

Ao entrar nesta nova década, perceberemos que o mundo parece ter se tornado menos estável e mais perturbado em muitos aspectos: na política, na tecnologia, nas sociedades e nos negócios.

Todos os anos a UFI acompanha os desenvolvimentos no setor de exposições e eventos em todo o mundo, seja em nossos eventos, ou conversas, ou ainda através de muitos outros canais.

Com base nisso, aqui estão nossas cinco tendências pelas quais os líderes em exposições e eventos devem estar atentos em 2020:

Picos de globalização?

O crescimento da economia global está diminuindo. O conflito comercial EUA-China está deixando sua marca na economia de ambos os países e no resto do mundo. Além disso, a incerteza política é predominante em muitos países, levantando uma tendência geral ao protecionismo. Alguns analistas prevêem que estamos prestes a atingir o pico da globalização e, com isso, o ressurgimento de mais padrões regionais de comércio. A mensagem para o nosso setor, globalmente conectado, é clara: equilibrar portfólios entre regiões e setores é fundamental para manter o sucesso nos próximos anos.

Levando a sério a sustentabilidade

A discussão sobre o desenvolvimento sustentável continuará a esquentar, com todos os setores se esforçando para provar sua contribuição tangível a uma maneira mais sustentável de fazer negócios. Em 2019 já vimos cancelamentos de feiras em virtude das condições climáticas bem como atrasos nos projetos das instalações – pois as temperaturas ficaram muito quentes para os trabalhadores.

Os desafios relacionados ao nosso setor estão enraizados nos grandes problemas e nas ações menores. A boa notícia é que, embora todos possamos fazer o possível para implementar as melhores práticas em todos os eventos que organizamos, no geral, as exposições são e continuam sendo a maneira mais sustentável de reunir os participantes do setor.

Mantendo a confiança dos clientes

Impulsionado pelas tendências dos últimos anos, há um foco cada vez maior na centralização no cliente, ou seja, em se criar experiências mais exclusivas para os visitantes dos eventos. Isso ocorre de várias formas, mas, em sua essência, é necessário que nosso setor permaneça um parceiro confiável para nossos clientes.

Muito disso evolui em torno dos dados e transparência, em todos os pontos junto dos clientes. Desde políticas de preços, passando por números de visitantes, chegando a dados de ROI. Se, de fato, “os dados são o novo petróleo”, os dados que usamos para atrair expositores e visitantes, bem como os dados que geramos para eles, devem ser confiáveis e resistir ao escrutínio.

Existem elementos em nosso modelo de negócios “face-to-face” que são muito difíceis de traduzir em campos de dados. Nestes casos, dependemos de narrativas e histórias de sucesso dos clientes. É o que mantém nossos negócios resilientes quando os setores ao nosso redor estão sofrendo interrupções digitais.

Modelos de negócios em evolução

As feiras tornaram-se uma mistura de formatos. Elas combinam elementos da área de exposição com espaços para apresentações dos expositores, conferência e programas experimentais. A evolução do modelo de negócios está progredindo e os velhos “silos” de competências entre os gerentes de feiras e conferências está desaparecendo.

Um novo e mais diversificado mix de líderes do setor e equipes práticas está em processo de redefinição para a experiência da feira. Isso também está levando a uma revisão contínua dos modelos de negócios e preços. Além da abordagem tradicional de “espaço vendido”, novos fluxos de receita estão surgindo.

Permanecendo único e diversificado

Como uma indústria, somos únicos. Nossa tarefa diária é construir plataformas para atender indústrias inteiras. Muitos recém-chegados ao nosso setor acham extremamente valioso o fato de sermos um setor aberto para compartilhar, trocar ideias e colaborar. À medida que novos desafios surgem, é encorajador ver que isso também impulsiona o número de interações colaborativas produtivas. A diversidade de liderança para empresas do nosso setor ajudará o sucesso contínuo de nossa indústria como um todo.

Nosso papel como sua associação é apoiar, fornecendo uma plataforma para colaboração no setor. Na UFI, temos orgulho de ser a associação comercial global da indústria de exposições – e com isso queremos dizer a associação global para você e para a indústria de exposições.

Com o Natal e o Ano Novo à frente, deixe-me aproveitar esta oportunidade para desejar a todos vocês um feliz feriado e tudo de bom para 2020!

O informativo da UFI estará de volta, como de costume, no início de fevereiro, trazendo atualizações sobre o nosso trabalho.

 

 

Fonte: Portal Radar