Academia de Eventos homenageia Ozires Silva

[Por  Panrotas, 24/11/2016]
A Academia Brasileira de Eventos e Turismo, presidida por Sérgio Pasqualin, reuniu autoridades, acadêmicos e representantes das principais entidades e empresas da indústria para homenagem a Ozires Silva (ex-Varig, Embraer e Petrobras), atual reitor da Unimonte. O evento ocorreu no World Trade Center, na capital paulista, para 300 convidados.
Ozires Silva recebeu da academia a Medalha de Honra do Mérito Acadêmico 2016, homenagem prestada pela anualmente a profissionais notáveis que contribuem com o desenvolvimento da indústria de Eventos e Turismo. Nos anos anteriores, foram homenageados: Fernando Henrique Cardoso, Gabriel Mario Rodrigues, Nizan Guanaes e Walfrido dos Mares Guia.
“O caro do dr. Ozires vem mostrando, há décadas, que o caminho é o empreendedorismo. Sonhou, planejou, lutou e executou um a um realizando-se e elevando o Brasil em todas as atividades que assumiu. Um brasileiro com B maiúsculo e exemplo de ética em tudo que faz. Merece honrarias, sempre”, afirmou o vice-presidente da Academia Brasileira de Eventos e Turismo, Ibrahim Georges Tahtouh.
O evento para a entrega do Mérito Acadêmico contou com o patrocínio da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e do WTC – World Trade Center São Paulo e apoio da Aresta Sinalização, Brasil Jardins, CBS Comunicação, Polly Feiras e Eventos, R1 Soluções, Audiovisuais, Tech House, Verde Leasing e Garrido Marketing. Os mantenedores são: Alcantara, Costão do Santinho, Francal Feiras, IT Mice, Publistand e Ubrafe.
SOBRE OZIRES SILVA
Nascido em 8 de janeiro de 1931, Ozires Silva é natural de Bauru, oficial da Aeronáutica e Engenheiro formado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Atualmente é reitor da Unimonte, instituição particular de ensino superior localizada em Santos (SP).
Ozires destacou-se por sua contribuição no desenvolvimento da indústria aeronáutica brasileira. Liderou a equipe que projetou e construiu o avião Bandeirante, e, em 1970, esteve à frente do grupo que promoveu a criação da Embraer, uma das maiores empresas aeroespaciais do mundo, dando início à produção industrial de aviões no Brasil.
Até 1986, presidiu a Embraer quando, naquele ano, aceitou o desafio de ser presidente da Petrobras, atuando até 1989. Em 1990, assumiu o Ministério da Infraestrutura e, em 1991, retornou à Embraer, desempenhando um papel importante na condução do processo de privatização da empresa, concluído em 1994.
Presidente da Varig por três anos (2000-2003), posteriormente, criou, em 2003, a Pele Nova Biotecnologia, primeiro fruto da Academia Brasileira de Estudos Avançados, empresa focada em saúde humana, cuja missão é a pesquisa, desenvolvimento e produção de tecnologias inovadoras na área de regeneração e engenharia tecidual.
Ozires Silva também faz parte de uma série de conselhos e de associações de classe e tem cinco livros editados: Nas Asas da Educação – A Trajetória da Embraer, Cartas a um Jovem Empreendedor – Realize seu Sonho: Vale a Pena, A Decolagem de um Sonho: a História da Criação da Embraer e Etanol: a Revolução Verde e Amarela. No final de 2011, foi lançada sua biografia, intitulada Um Líder da Inovação – Biografia do Criador da Embraer, escrita por Decio Fischetti.
SOBRE A ACADEMIA
A Academia Brasileira de Eventos e Turismo foi fundada em fevereiro de 2006, desenvolvendo ações para a implementação e crescimento do setor nacional e internacional. À semelhança de outras academias no Brasil e no mundo, seu quadro diretivo é constituído por um Colégio Acadêmico composto por 40 profissionais, representantes notórios de todos os segmentos que compõem a cadeia produtiva dos setores de Eventos e Turismo. Site: www.academiaeventosturismo.org.br.
Fazem parte da Academia de Eventos Adenauer Goes, Alexandre Sampaio, Anita Pires, Antonia Marisa Canton, Antonio Dias, Armando Arruda, Caio de Carvalho, Carlos Alberto Julio, Chieko Aoki, Eduardo Sanovicz, Elza Tsumori, Enid Camara, Eraldo Alves da Cruz, Erica Drummond, Gerard Bourgeaiseau, Goiaci Guimarães, Guilherme Paulus, Ibrahim Tahtouh, João de Simoni, José Estevão Cocco, José Guillermo Condomí Alcorta (presidente da PANROTAS), José Rafael Guagliardi, José Wagner Ferreira, Margareth Pizzatto, Mario Beni, Mario Padovan, Milton Zuanazzi, Norton Lenhart, Paulo Gaudenzi, Raimundo Peres, Roberto Pereira, Roland de Bonadona, Romano Pansera, Roosevelt Hamam, Sérgio Junqueira, Sérgio Pasqualin, Silvio de Barros, Toni Sando, Vera Simão e Virgilio Carvalho. Acadêmicos internacionais: Ana Maria Montes, Antonio de Lacerda Nogueira, Arnaldo Nardone, Domingo Hernandez, Guido Tassini, Jorge Emílio Castex, Luiz da Gama Mór e Werner Dornscheidt.