Projeto do Novo Anhembi tem primeira audiência entre empresários

[Por BRASILTURIS JORNAL , 15/07/2015]
A São Paulo Turismo (SPTuris, empresa municipal de turismo e eventos) realizou na manhã de hoje, dia 15, a primeira reunião com representantes das 16 empresas que estão aptas a apresentar projetos de revitalização, modernização e ampliação do complexo Anhembi. A audiência pública foi conduzida pela comissão especial instituída para avaliação e validação dos projetos, composta por colaboradores da SPTuris e da São Paulo Urbanismo, empresa municipal que tem como objetivo dar suporte e desenvolver as ações governamentais voltadas ao planejamento urbano.
A reunião teve como objetivo apresentar os principais pontos e esclarecer dúvidas dos empresários sobre o que deve estar contemplado nas propostas. Para a chefe de gabinete da SPTuris, Anna Luiza Fonseca, o encontro foi bastante produtivo. “Esclarecemos aos interessados que não há um modelo único a ser seguido. As propostas de cada grupo empresarial poderão ser variadas. Apenas devem estar contempladas as obrigatoriedades do projeto, como manter o Pavilhão de Exposições, o Palácio e a vocação principal do complexo como centro de eventos. Mas há muitas ideias, como construir também hotéis, novas salas de reuniões, restaurantes, pontos comerciais e outros. Estamos abertos”, disse. Anna Luiza ressaltou ainda que a transparência será prioridade. “Todo o processo é de domínio público e faremos tudo com muita clareza e transparência em todas as etapas”, afirmou.
Ao final do encontro, todos os presentes foram informados que está em vigência o prazo de 90 dias para recebimento dos estudos. A abertura do processo de licitação, dependerá da análise dos estudos apresentados, da avaliação da viabilidade e do interesse público do projeto. A comissão também agendará vistorias técnicas para os empresários em toda a área de 300 mil m² que abrangerá o Novo Anhembi.
Além de sua modernização, as reformas do maior complexo de feiras, eventos e exposições da América do Sul trarão uma série de melhorias ao local, como integração com o transporte público de massa, moderno sistema de climatização, reforma na estrutura de tecnologia da informação e telecomunicações, além de revitalização na rede elétrica de padrão internacional e soluções de estacionamento.