Crescimento do negócio de eventos

[Por Jornal do Comércio, 07/04/2015]
De acordo com as entidades do turismo, Porto Alegre é uma das cidades brasileiras que mais realiza congressos, feiras e encontros sociais e corporativos de grandes porte, o que abre um campo imenso para o negócio de eventos. A abertura de espaços especializados, que cresceu nos últimos anos, mostra o desenvolvimento do setor. A empresária Iara Jalfim, da Jalfim Eventos, que tem 20 anos de experiência no ramo, começou organizando eventos sociais, mas, hoje, entrou, também, no setor corporativo, “o que mais vem crescendo, pois os empresários se deram conta que o contato direto com o cliente e fornecedores é fundamental para seu negócio”.
Os eventos corporativos têm, cada vez mais, importância estratégica e dão visibilidade às empresas e seus produtos. Em 2014, este mercado cresceu 15%. Este ano, será desafiador, segundo Iara, porque a economia enfrenta problemas, mas as empresas não podem parar. “Será um ano de ajustar orçamentos”, diz, contando uma curiosidade. No caso dos eventos sociais, casamentos, principalmente, é cada vez maior o número de pessoas que fazem os eventos fora de Porto Alegre, e até do País, “porque é mais barato”, principalmente, porque diminui o número de convidados. O mercado de eventos movimenta em torno de 50 itens do setor produtivo e usa muito a terceirização.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *