Feira mistura tecnologia e turismo em ações interativas

[Por Ministério do Turismo , 25/09/2014]
Imagine fazer uma viagem virtual pilotando uma aeronave que sobrevoa diversos pontos turísticos brasileiros. Ou carregar o celular ou tablet com a energia elétrica gerada pelo esforço das próprias pedaladas em uma ecobike. Estas e outras inovações tecnológicas estão na 42ª Expo Internacional de Turismo – ABAV, que vai até domingo (28) no Anhembi, em São Paulo. As atrações são gratuitas e estão disponíveis para o público da feira.
No estande do Ministério do Turismo, o visitante pode assistir a um vídeo 3D de sete minutos, com a tecnologia de “realidade virtual imersiva”. Ao colocar o “oculus rift” e fones de ouvido, o participante começa uma viagem pelo Brasil, onde ele é o próprio piloto que sobrevoará o Cristo Redentor (RJ), o Teatro Amazonas (AM), a Ponte Hercílio Luz (SC), a Catedral de Brasília e o Morro Dois Irmãos, em Fernando de Noronha (PE).
A agente de viagens Elsa Silva (31) disse ter se surpreendido com a experiência da viagem virtual. “É uma tecnologia muito legal e inovadora. Gostei muito de  poder voar sobre várias cidades do Brasil sem sair do lugar, de forma tão realista”, disse.
Os participantes da feira de turismo também podem gravar um vídeo para as redes sociais no “CAM 180”, um espaço com 22 câmeras que captam a imagem ao mesmo tempo, gerando um vídeo em formato “câmera lenta” de 15 segundos, também conhecido por “efeito Matrix”. O vídeo é postado no canal do Youtube do Ministério do turismo, no endereço www.youtube.com/mturismo. “Gostei muito dessa ideia, que foi uma novidade para mim. É a primeira vez que vejo essa ação em uma feira de eventos”, disse o empresário baiano Dioclides Lopes (39).
Quem precisar carregar o celular durante a feira pode aproveitar para praticar uma atividade física. O visitante que passar pelo Espaço Vivências vai encontrar oito bicicletas ergométricas instaladas e adaptadas a carregadores de celular. Com o esforço das próprias pedaladas, a bateria dos aparelhos telefônicos é recarregada.
Um “cyber”, espaço com oito computadores, também está disponível para o público. O uso é liberado aos internautas que visitarem, seguirem e curtirem a página do Ministério do Turismo no Facebook ou Instagram.
INTERAÇÃO E TECNOLOGIA
A internet é hoje a principal fonte de informação para o turista, seja para decidir o próximo destino, seja para obter informações sobre o roteiro. A maior parte dos turistas estrangeiros (67,6%) que vieram para a Copa do Mundo, por exemplo, buscaram informações sobre o país na internet. É o que mostra um estudo do Ministério do Turismo em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE).