Recife CVB apresenta balanço do exercício de 2013

Nascido há quase treze anos da necessidade de transpor uma série de problemas enfrentados por muitos empresários do setor turístico do estado, o Recife Convention & Visitors Bureauvem durante todo este tempo colhendo boas experiências e resultados ainda melhores. Como faz a cada ano, a entidade sem fins lucrativos apresenta o balanço do exercício e as metas para o próximo. O anúncio foi feito pelo presidente Bruno Herbert, na última terça-feira, durante almoço com a imprensa.
O então chamado “Cluster de Turismo”, hoje o RCVB, atualmente conta com 190 associados, e trabalha na identificação de obstáculos existentes para o desenvolvimento satisfatório do setor e traça objetivos, viabilizando os meios para que estes sejam alcançados. Assim vem atuando e provando, com números, o grande potencial de Pernambuco como destino para o turismo de lazer e, principalmente, o de negócios.

O presidente do Recife Convention Bureau, Bruno Herbert, apresenta o balanço 2013 à imprensa | Foto: Divulgação

 
Ao lado dos governos municipal, estadual e federal, o Recife Convention & Visitors Bureau atuou no apoio, captação e promoção de aproximadamente 700 feiras e congressos, que atraíram para o estado um público superior a 1 milhão e 750 mil turistas de eventos e seus acompanhantes ao longo dos últimos 13 anos. Todo este fluxo significou, em dados, mais de 4 milhões de diárias na rede hoteleira do estado.
2013 e 2014
Os números obtidos apenas no exercício de 2013 falam por si sós. Ao todo foram captados 6 eventos internacionais (a meta inicial era de 5 eventos) e 22 nacionais (de uma meta de 25), entre feiras, congressos, simpósios, etc. Apenas para os seis eventos internacionais calcula-se que chegarão ao Recife cerca de três mil pessoas entre 2014 e 2016, causando um impacto econômico de 4,7 milhões de reais.
Já os eventos nacionais trarão a Pernambuco cerca de 32 mil pessoas num período de três anos. Este movimento significa uma injeção de cerca de 21 milhões de reais na economia. Os congressistas que desembarcam em terras pernambucanas motivados pela realização ou participação em feiras e congressos captados com apoio do RCVB utilizam os mais diversificados serviços que o destino oferece. Ou seja, a vinda de eventos como estes movimenta a cadeia produtiva e gera, consequentemente, oportunidades de negócios para os sócios da entidade.
Além de palco para realização de eventos nacionais, a cidade do Recife mantém-se como uma das principais capitais do Brasil a realizar feiras e congressos no padrão ICCA (International Congress & Convention Association, que é a principal entidade no mundo responsável pelo mapeamento de eventos internacionais, e que creditou o sexto lugar no ranking brasileiro à capital pernambucana).
O Recife Convention & Visitors Bureau também atua com força na área de apoio a eventos realizados no estado. Em 2013, 63 deles contaram com a experiência da equipe do RCVB.
Para 2014, uma das metas mais importantes é a abertura de novas áreas de atuação do Recife Convention Bureau: Fernando de Noronha, Caruaru, Petrolina e Garanhuns. Para isso, é necessária a mobilização dos empresariado para apresentar as políticas de incentivo ao turismo, fortalecendo a infraestrutura e a mão de obra.
Com relação à Copa do Mundo de 2014, o foco de interesse do RCVB é o legado que esta deixará para o estado em termos de obras e, principalmente, a divulgação do destino Pernambuco a nível mundial. Segundo a ABIH – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, estarão prontos até o evento mais 10 novos hotéis e três centros de convenções privados.
[Por Verbo Assessoria de Comunicação, 28/11/2013]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *