Empresários de turismo de negócios e eventos formam rede empresarial em Cascavel, no oeste paranaense

[Por Pautas INCorporativa, 03/05/2013]
No início desta semana, 20 empresários ligados ao setor de turismo de negócios e eventos de Cascavel oficializaram a criação de uma rede empresarial de turismo do município. O encontro, chamado de 1º Workshop do Projeto de Turismo de Negócios e Eventos de Cascavel, aconteceu no escritório do Sebrae/PR na cidade e deu início às primeiras ações de capacitação e planejamento.
Iniciativa do Sebrae/PR, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SEMDEC), Conselho Municipal de Turismo de Cascavel (COMTUR) e Cascavel Convention & Visitors Bureau, o workshop teve como objetivo a análise do ambiente interno e externo do setor no município, com a finalidade de identificar oportunidades que já existem e levantar algumas das necessidades para o desenvolvimento.
De acordo com o gerente regional do Sebrae/PR no oeste, Orestes Hotz, o grupo de empresários deve receber treinamentos até o final de 2013. “Depois de afinarmos as parcerias com as entidades, chegou a hora de iniciar o trabalho com os empresários do setor e o workshop foi a primeira ação de planejamento com o grupo. Nosso objetivo é que haja o nivelamento da rede empresarial”, explica Hotz.
O objetivo do projeto com foco em turismo em Cascavel, complementa Hotz, é contribuir para consolidar o município como um destino competitivo no segmento turístico de negócios e eventos. “Para que isso aconteça, é preciso não só entidades engajadas, mas, também, empresários interessados no desenvolvimento do potencial turístico presente na cidade.”
A consultora do Sebrae/PR, Danieli Doneda, reforça que os 20 empresários que participam da Rede de Turismo de Cascavel atuam em áreas multissetoriais, mas todos estão ligados ao turismo. “São empresas do segmento hoteleiro, gastronômico, agentes e agências de viagens, logística e transporte, cerimoniais, dentre outros, que formam a cadeia de turismo de negócios e eventos”, assinala.
Além de capacitações para a melhoria do atendimento receptivo e da gestão empresarial, a Rede de Turismo de Cascavel vai participar das decisões, fazendo parte da governança do Projeto de Turismo de Negócios e Eventos de Cascavel, a ser oficializado em junho. “A ideia é que o setor privado esteja organizado, discuta o turismo na cidade e, assim, possa levar sugestões às entidades envolvidas diretamente com o setor no município, traçando o plano de desenvolvimento do turismo para Cascavel”, diz Danieli Doneda.
Desenvolvimento
A Rede Empresarial de Turismo iniciará as ações de capacitação com a ferramenta prática do “cliente oculto”, na qual um consultor de empresas, identificando-se apenas como cliente, vai até o estabelecimento pertencente à Rede Empresarial e prova dos produtos e serviços como um freguês normal. Com isso, a empresa, sem saber, é avaliada e poderá traçar pontos potencializadores e oportunidades de melhoria através das demais soluções de gestão ofertadas pelo Sebrae/PR à Rede.
No workshop, os participantes foram incentivados a pensar como grupo e puderam alinhar expectativas, identificar oportunidades de desenvolvimento dentro do potencial existente no setor, bem como levantar algumas necessidades para o desenvolvimento. Comprometimento, integração, participação e visão empresarial global, para o bem comum, foram algumas das expectativas apontadas.
“A Rede Empresarial do Turismo é um passo muito importante e queremos fortalecê-la. Aqui estão muitos dos setores ligados ao turismo de negócios e eventos e a integração de todos nós é que vai resultar no sucesso do setor”, afirma Marcus Vinicius Dalavechia, empresário do setor de gastronomia em Cascavel há cerca de dois anos e um dos 20 integrantes do grupo.
O empresário destaca que, com o apoio do Sebrae/PR e das entidades parceiras do projeto, é possível melhorar ainda mais o setor em Cascavel. “Acredito que estamos vivendo um novo tempo, de união de empresas e instituições. Assim, podemos atrair coisas novas que fortaleçam nossos negócios, tendo como principal atrativo o turismo de negócios e eventos”, acredita Dalavechia.
Direcionamento
Para realização do diagnóstico da Rede Empresarial do Turismo do município, os participantes do workshop identificaram algumas forças do grupo. O amplo conhecimento do ramo, a dedicação e o empenho, o respeito aos colegas, o amor ao trabalho, a estrutura adequada e o atendimento personalizado foram algumas das identificações registradas pelo grupo.
Durante as atividades propostas no workshop, lembra o empresário do setor hoteleiro Felipe Casagrande, o grupo foi percebendo objetivos em comum. “O Sebrae tem essa técnica própria de despertar o grupo para algumas questões. Foi uma noite de muito conhecimento, na qual conseguimos alinhar expectativas”, observa.
Casagrande comenta, ainda, que é preciso valer-se da oportunidade ímpar de desenvolvimento. “As instituições demonstram muita boa vontade em ajudar. Agora, precisamos aproveitar para melhorar cada negócio, pois se o turista que vier se hospedar no meu hotel, tiver sido bem atendido pelo agente de viagens, e tiver sido bem atendido pelo taxista, dentre outros, ele voltará. Somos uma rede.”
No 1º Workshop do Projeto de Turismo de Negócios e Eventos de Cascavel, realizado no dia 29 de abril em Cascavel, os empresários também indicaram como podem contribuir para o bom andamento do projeto e identificaram as dificuldades no processo de desenvolvimento dentro e fora do grupo. O próximo passo acontecerá no dia 13 de maio, com a capacitação “Motivação e Atendimento Inteligente”.