Casa Brasil leva o espírito do Brasil e do Rio 2016™ para Londres

[Por Jeanine Pires, 06/07/2012]
Refúgio verde-amarelo durante os Jogos de Londres 2012, a Casa Brasil, que abre no dia 27 de julho, foi apresentada pelo Presidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™, Carlos Arthur Nuzman, nesta quinta-feira, em entrevista coletiva no auditório do Comitê Olímpico Brasileiro. A Casa ocupará 2.200m² do centro cultural Somerset House, um casarão neoclássico no coração da capital britânica. O espaço tem como objetivo divulgar a cultura e o esporte brasileiros, os Jogos Rio 2016™ e as oportunidades de negócio no país.
Durante quase 52 dias, até o fim dos Jogos Paralímpicos de 2012, a Casa Brasil vai receber uma vasta programação e oferecer uma série de apresentações e seminários fechados do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™ e de seus parceiros, além dos três níveis de governo.
“Por sermos os anfitriões da edição dos Jogos após Londres, a Casa Brasil será ainda mais importante para divulgar o nosso projeto, a cultura brasileira, o país como destino turístico e suas novas oportunidades de negócio”, disse Carlos Arthur Nuzman. “Queremos que todos os visitantes comecem a sentir, em Londres, o clima vibrante e transformado do Rio que receberá os Jogos Olímpicos e Paralímpicos em 2016”.
A Casa Brasil usará as principais galerias da Somerset House para exposições sobre a cultura brasileira, a arte e o design contemporâneos do Brasil, o Rio de Janeiro como cidade Olímpica e Paralímpica e o projeto dos Jogos Rio 2016™. Os visitantes da exposição serão convidados a tirar uma foto e informar seus e-mails para que continuem a receber informações atualizadas sobre os Jogos do Rio de Janeiro.
O pátio interno da casa será palco de uma série de apresentações de atrações musicais e DJs, além de oferecer ao público a chance de experimentar um pouco da culinária nacional. Também está programado um festival cinema que exibirá 12 longas e 20 curtas produzidos recentemente no Rio de Janeiro e uma sala em que o visitante simulará um voo de paraglider sobre a cidade.
Haverá ainda um auditório para entrevistas coletivas, que receberá os atletas brasileiros que conquistarem medalhas, e salas de trabalho para o Rio 2016™ e os três níveis de governo. A Casa Brasil também terá salas para encontros de negócio e reuniões bilaterais.
Uma boutique oferecerá ao público a primeira oportunidade de comprar produtos Rio 2016™, como camisas, bonés, cadernos, canecas e pins, além de artigos brasileiros e do Time Brasil. Com 40m², a loja foi desenvolvida de forma sustentável, com mobiliário de papelão que será doado posteriormente, e respeitando padrões de acessibilidade.
Todos os patrocinadores e apoiadores oficiais do Rio 2016™ aderiram ao Plano Comercial da Casa Brasil e realizarão diversas ações de ativação no espaço. O investimento total no projeto da Casa Brasil é de R$ 23.150.000, sendo 83% desse valor provenientes do Comitê Organizador e dos patrocinadores, com o restante dividido igualmente entre o governo estadual e a prefeitura do Rio de Janeiro. O governo estadual também ficará responsável pela programação musical do pátio interno e o governo federal oferecerá a experiência interativa de sobrevoo de paraglider sobre o Rio de Janeiro.
Atividades permanentes
Exposição Brazil: The Time is Now (Brasil: A Hora é Essa)
Datas: Diariamente, entre 21/7 e 8/9
Horários: Das 11h às 19h (das 11h às 21h às quintas-feiras)
Entrada: Gratuita
Resumo: Apresenta um panorama sobre o país, permeando temas como destinos turísticos, gastronomia, natureza, desenvolvimento sustentável, diversidade, cultura, arquitetura e contemporaneidade. Peças de artesanato das diferentes regiões do país serão expostas, com o objetivo de representar o folclore local e as raízes brasileiras.
Exposição From the Margin to the Edge: Brazilian Art and Design in the 21st Century (Da Margem ao Limiar: Arte e Design Brasileiros no Século 21)
Datas: Diariamente, entre 21/7 e 8/9
Horários: Das 11h às 19h (das 11h às 21h às quintas-feiras)
Entrada: Gratuita
Resumo: Apresenta o melhor da produção contemporânea brasileira no século 21 em diversas manifestações artísticas, tais como fotografia, pintura, design, audiovisual, escultura, entre outras. São mais de 70 peças, de 33 artistas e designers. Tem curadoria de Rafael Cardoso e cenografia de Daniela Thomas e Felipe Tassara.
Exposição Passion and Transformation: A Unique Experience through Sport (Paixão e Transformação: Uma Experiência Única através do Esporte)
Datas: Diariamente, entre 21/7 e 8/9
Horários: Das 11h às 19h (das 11h às 21h às quintas-feiras)
Entrada: Gratuita
Resumo: Por meio de uma exposição interativa, o projeto dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™ é apresentado ao público. Destaque é dado à transformação social e urbana da cidade do Rio de Janeiro, impulsionada pelos Jogos e aos projetos de inclusão e preparação de uma nova geração de atletas pelo Comitê Olímpico Brasileiro e pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). Os valores Olímpicos, Paralímpicos e dos Jogos Rio 2016™ são evidenciados no processo de criação das marcas Rio 2016™, Olímpica e Paralímpica.
Festival Occupation Onscreen – The New New Cinema from Rio (Ocupação nas Telas – O Novíssimo Cinema do Rio)
Datas: Diariamente, entre 23 e 31/7 (exceto 26/7)
Horário: Sessões às 16h e 18h30
Entrada: Gratuita (convites para as sessões serão distribuídos nos próprios dias. Ás 15h, serão distribuídos todos os ingressos da sessão das 16h e metade da sessão das 18h30. Às 17h, será distribuída a segunda metade dos convites da sessão das 18h30)
Resumo: Serão exibidos 12 filmes de longa-metragem e 20 de curta-metragem mostrando a mais recente produção cinematográfica do Rio. Haverá debates sobre os filmes em seis dos oito dias da mostra.
Programação musical no pátio interno
Data: Diariamente, de 28/7 a 11/8
Horário: Das 19h às 22h
Entrada: Gratuita
Resumo: Programação musical com artistas brasileiros, com dois shows diários, sempre de um banda/artista e um DJ. As apresentações têm como objetivo proporcionar uma ambientação brasileira do espaço e divulgar a produção artística nacional.
Programa de Observadores
Com o objetivo de trocar conhecimento e trazer experiências positivas para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™, o Comitê Organizador vai participar do Programa de Observadores dos Jogos Londres 2012 com 143 funcionários, das mais variadas áreas funcionais. Os participantes irão a Londres em diferentes momentos, de acordo com as necessidades de suas áreas. O trabalho é dividido em quatro frentes:
Shadow: Atividade voltada essencialmente para o aprendizado na prática. O profissional do Rio 2016™ acompanha o trabalho do profissional que desempenha a mesma função que a sua no Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Londres 2012 (LOCOG).
Observador: Participa de palestras e treinamentos oferecidos pelo Comitê Olímpico Internacional e pelo Comitê Paralímpico Internacional.
Self observer: Participante vivencia os Jogos como um espectador. Conhece a infraestrutura da cidade durante o período dos Jogos e os serviços oferecidos nos estádios.
Secondees: Profissionais do Rio 2016™ que irão trabalhar no Comitê Organizador dos Jogos de Londres 2012 nas mesmas áreas em que atuam no Rio 2016™. Estes funcionários passaram por um processo seletivo interno e foram indicados ao LOCOG, que por sua vez também fez seu processo seletivo para o programa, validando as candidaturas.