Programa Pró-Hotéis vai economizar com soluções de eficiência energética

[Por Revista Hotéis, 28/06/2012]
A meta do Programa Pró-Hotéis em relação à economia de energia elétrica é chegar a reduzir o consumo dos hotéis que fazem parte do programa em 210 mil MWh/ano ou o equivalente a R$ 75 milhões com soluções de eficiência energética. Lançado em novembro do ano passado, o Pró-Hoteis já chegou à cerca de 100 hotéis de todo o Brasil, entre eles Copasul (RJ), os hotéis Pestana de Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo, LagosCopa (Macaé-RJ) e Hotel Pousada dos Girassóis (Tocantins), entre diversos outros.
O Diretor do Programa, Rodrigo Aguiar, destaca que os hoteleiros estão descobrindo, através do Pró-Hotéis, que podem modernizar as instalações para atrair mais hóspedes e para economizar. “Em muitos casos, não é preciso investir dinheiro, pois há linhas de crédito e o financiamento é pago com o valor economizado na redução de gastos”, completa o executivo.
Com um conceito único, o Programa Pró-Hotéis reúne parceiros e oferece a solução em eficiência energética. Sempre buscando aquilo que é simples. “Em um pré-diagnóstico podemos observar quanto é gasto, por exemplo, de energia elétrica com o sistema de ar condicionado e buscar soluções que representem redução”, explica Aguiar. A instalação de um novo sistema, aquele que for definido pelo hoteleiro, ficará a cargo de parceiros do programa, cujos orçamentos serão devidamente aprovados. “Escolhemos trabalhar com grandes nomes como Schneider Eletric, Toshiba, Trane, Johnson Controls e outros não só para dar credibilidade ao programa, mas também para garantir sempre a melhor solução”, explica o diretor.
Como estratégia para chegar aos hoteleiros, o Programa Pró-Hotéis também estabeleceu parcerias institucionais com entidades como: Fbha – Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação; Abih – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis; Fohb – Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil e Resorts Brasil. “Através de palestras e ações conjuntas com estes parceiros vamos levando o programa a hoteleiros do Brasil inteiro e a receptividade é enorme”, afirma Aguiar. Bancos como Santander e o Banco Mundial também estão entre os apoiadores financeiros. Recentemente, participou de um evento durante a Rio +20, “Inovação Verde no Turismo”, e esteve presente na Fispal Hotel esta semana.